Destaques:

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Onipresente Convoy Custom

Ele foi lançado este ano. Ele tem a assinatura de Larry Wood. Ele já é considerado um dos mais belos modelos de Hot Wheels de todos os tempos.

E ele está em todos os lugares. E mesmo assim, ele é um dos mais difíceis de se achar.

O Convoy Custom apareceu este ano na linha Classics nos EUA (que não vem para o Brasil) nas versões com rodas de plástico e na versão com pneus de borracha. E é muito difícil de se achar nas lojas de lá. E ele também apareceu na caixa comemorativa da série Classics deste ano (que está à venda no Brasil). Mas você terá que desembolsar R$499,00 para levar ele e mais os outros 29 modelos da caixa.

Ele também foi uma das minis exclusivas dos eventos Wild Weekend e Los Angeles Convention nos EUA, o que o deixou mais difícil ainda de se conseguir. E ele estará presente na série Delivery, que vem para cá ano que vem (a R$21,99 cada modelo).

Ele agora se junta aos modelos de Hot Wheels mais difíceis e mais valorizados dos últimos anos, como a Drag Bus, o VW Fastback, Chevy Panel e VW Drag Truck. E também se junta aos mais lindos, como podemos ver nas fotos abaixo, com os modelos que já deram as caras lá nos EUA.

O Maisto de $2.500

Se você passa batido nas lojas pelos Maisto Fresh Metal (coleção de miniaturas na escala 1:64), e até dá uma olhadinha nos modelos mais detalhados da Maisto em escalas maiores, não vai acreditar neste modelo caríssimo.

Ele é um Lamborghini Murciélago LP640 na escala 1:18 com 7.668 cristais da marca Swarovski, e só foram produzidas 550 unidades deste modelo. Cada um custando 2.500 dólares, que serão vendidos apenas na Europa. Se pensou em comprar essa miniatura pra fazer uma média com a patroa, esqueça.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Entrevista: Mário Estivalét


Mais uma lenda no mundo dos colecionadores brasileiros, mais uma grande coleção.


Mário Luis Estivalét, 56 anos, residente de São Leopoldo-RS, é mais uma dessas pessoas que todos os colecionadores conhecem, ou já ouviram falar. E se não conhecem, pelo menos já entraram em seu site, o hotwheelsbr, que é a maior referência brasileira para quem coleciona Hot Wheels.


Seu site tem informações sobre tudo o que tem sido lançado de Hot Wheels nos últimos anos, com informações precisas e fotos. Uma excelente ferramenta para quem quer organizar sua coleção ou até saber mais sobre o que foi lançado e o que vem por aí. É uma espécie de South Texas Diecast, mas mais direcionado ao nosso mundo, e com informações até melhores e mais bem apresentadas do que o site americano. Não é incomum colecionadores americanos e de todo o mundo usarem o site para pesquisa.


Mas fora o site, o Mário tem uma belíssima coleção, e está sempre disponível para tirar dúvidas, ajudar, ou até incentivar qualquer um. Eis sua entrevista:



Você é conhecido dos colecionadores como a "enciclopédia da internet". Como e quando você começou a sua coleção?

Não tinha ouvido este termo não, e não é verdade (mas podem espalhar...). Comecei minha chamada "colação" faz uns 20 anos. Na época vi alguns carrinhos em camelôs, achei bonitinhos e comprei uma meia duzia. Minha esposa me deu mais um Fusca preto de presente. Daí descobri que existiam drogas mais pesadas.


Era o início da entrada no Brasil da escala 1:18 e dos modelos 1:43, e comecei a colecionar de uma forma mais séria. Em 1998 começaram a entrar os Hot Wheels e retornaram ao Brasil os Matchbox. Já tinha alguns Matchbox guardados, adquiridos na década de 70, e passei a comprá-los também. Curioso é que na época, o "colecionador" que comprava Hot Wheels tinha que comprar escondido porque "não era carrinho de coleção". Como nunca me considerei um colecionador, mas sim alguém que gosta de carrinhos e que compra aqueles que gosta, não dei bola, e hoje tenho vários amigos que não compravam Hot Wheels que também estão colocando estes modelos em suas coleções.



Qual o tamanho da sua coleção hoje? Você cataloga tudo? Que marcas você coleciona?

Neste exato momento tenho 10.130 modelos e estão cadastrados em uma planilha Excel (já testei alguns softwares, já fiz um como eu queria, mas dá muito trabalho...). Em quantidade de carrinhos a maior quantidade de modelos é sem dúvida Hot Wheels (5.973 modelos) e uns 1.200 Matchbox. Tenho perto de 300 modelos em escala 1:18 (Mira, Autoart, Exoto, Kyosho, Hot Wheels, Maisto, Burago, etc), mas praticamente parei com a 1:18 pelo enorme espaço que ocupam.


Claro que um Batmovel, um Monster Coach não podem escapar.... Tenho muitos modelos em escala 1:43, que ainda considero a melhor escala para colecionar, embora os modelos sejam mais caros (Minichamps, Rio, Brumm, adoro Brumm, muito dos antigos Vitesse), etc. Claro que sempre tem umas bobagens que a gente acaba juntando, como os modelos de aviões da antiga serie Thunderbirds, o avião de Fuga das Galinhas; tenho praticamente completa todos os Hot Wheels da McDonalds Happy Meal. Enfim, não sou muito fiel não. Coleciono aquilo que gosto. A única série que tento manter completa é a Mainline da Hot Wheels.



Quando começou a idéia de montar o site? Deu muito trabalho pra reunir as informações? E pra organizar tudo, como foi?

O site começou para eu ter um catálogo dos modelos Hot Wheels. Queria montar um catalogo dos modelos 2003, e fiz uma lista. Mas queria as fotos. Montei um documento Word e ficou uma droga. Daí fiz uma página em Frontpage e gostei. Já que estava pronta publiquei para eu poder acessar de qualquer lugar. Coloquei 2004, e comecei a colocar outros modelos. Como tenho por meta ter a Mainline completa desde 1995 (faltam 58 modelos), comecei a catalogar os modelos antigos.


Passei a dar o endereço para alguns amigos e eles acessaram a página. De repente descobri que tinha gente do mundo inteiro acessando a página. Que bom, não era a idéia mas já que deu certo, que bom. A coleta de informações foi gradativa, e em nenhum lugar você consegue as coisas completas. É comum eu colocar informações erradas e depois corrigir, e receber volta e meia avisos de links errados, imagens erradas, etc.



Como faz pra armazenar toda a sua coleção?

Tenho em casa duas salas que estão ocupadas pelos carrinhos. Uma apenas com modelos Hot Wheels e Matchbox, e outra com os restantes. Hot Wheels e Matchbox, tento manter expostas a Mainline do ano atual e do ano anterior, para poder ir completando.


Os anos anteriores vão para caixas, pois não há espaço suficiente. De vez em quando eu abro elas para brincar com os carrinhos, e volta e meio descubro um carrinho lindo, que não lembrava que tinha.



Você mantém as miniaturas na embalagem, ou soltas? Você tem algum tema na coleção, ou coleciona todos os modelos que saem mesmo?

Não conheço ninguém que tenha os modelos 1:18 em caixas. Nem 1:43. Se estão nas caixas é porque não tem onde expor. Só se sente o gosto de uma bala tirando o papel. Sou a favor dos modelos que você possa pegar, brincar, fazer vruummmm...


Meus modelos Hot Wheels e Matchbox estão praticamente todos nas cartelas, os outros fora. Explico: não tenho onde expor todos os modelos, e a melhor embalagem para manter o carrinho é na cartela original. Você tem a identificação do modelo, ano, série, etc, o modelo está bem acomodado, e fácil de ser guardado em caixas. Ainda quero ter espaço para colocar todos e fazer uma grande e divertida sessão de abertura das embalagens.


Outra coisa: alguns modelos Hot Wheels de séries comemorativas, como Halloween, Holiday Rods, Bullrun, Easter Egg, etc, acho complicado destruir a embalagem, pois realmente ela é um diferencial naquela centena de Purple Passions de todas as cores, nos 230 Bone Shaker, 647 Chevy 57, etc. Mainline não: esta pode abrir sem medo. Alguns modelos de outras marcas apresentam também caixas que quase são melhores que os modelos. Por exemplo a Minichamps tem alguns modelos em caixas flip-top, com um livreto com a história do modelo, etc. Estes modelos, a caixa deve ser exposta junto com o modelo, sem deixar de pegar ele e fazer vruuuummmmm...



Qual a sua, ou as suas miniaturas favoritas? Quais são as mais raras? Qual foi o melhor ano pra se colecionar miniaturas?

Realmente não tenho miniaturas favoritas. Os modelos que mais gosto são os de escala 1:43 e entre estes gosto muito dos Chaparral e estou tentando fazer uma coleção de todos os modelos Lamborghini. Hot Wheels gosto muito do Bone Shaker. Outros modelos que tento juntar são os de filmes, e a Johnny Lightning tem modelos muito bons. Penelope Charmosa, Dick Vigarista, o Jaguar do Austin Powers, Caça Fantasmas, Familia Monstro, a série James Bond, Velozes e Furiosos, etc, é bem divertido.


Acho que alguns dos modelos mais difíceis que tenho são uma Romi-Isetta produzida no Brasil pela Mirim na decada de 70, alguns Matchbox produzidos em Manaus, e alguns Hot Wheels de 1968.


O melhor ano para colecionar é o atual, é mais fácil de encontrar os modelos. Cada ano tem surgido maior variedade de modelos, escalas, etc, e acho que cada ano está melhor.



Tem alguma miniatura que você quer muito e ainda não conseguiu?

Muitas. Tem algumas séries que gostaria de completar (como os 58 mainline que me faltam).



O que você tem achado da postura da Mattel do Brasil com os colecionadores?

Acho que a Mattel do Brasil está começando a apresentar uma preocupação séria com os colecionadores, veja a recente chegada das caixas das linhas Classics e Larry Wood. Questão de evolução do mercado. O objetivo da Mattel é vender brinquedos em massa e ganhar dinheiro. Os modelos Hot Wheels desde seu início foram vendidos com a idéia de coleção. Só que nos USA um HW custa 1 dólar, quase sempre menos. No Brasil custa 3 dólares. O poder aquisitivo americano é bem diferente do brasileiro. Colecionar Hot Wheels começou no Brasil faz 10 anos, se isso, e a quantidade de colecionadores era extremamente pequena para que uma empresa que precisa vender milhões de carrinhos para ser viável, se preocupasse com a venda de uma ou duas centenas de peças para uns colecionadores. O mercado mudou, hoje existe uma quantidade de colecionadores bastante grande, e a Mattel a meu ver também está mudando este seu posicionamento, já que agora existe um mercado. Precisamos entender que a Mattel é uma empresa, com acionistas, não uma entidade filantrópica.



Como você consegue se dedicar tanto à sua coleção e ao site? Fazer o site deve ser pra você um hobby à parte, não?

Dedico ao site em torno de 10 a 15 horas semanais, e muitas vezes não tenho tempo para abrir os e-mails (pessoal, me desculpem). Gostaria de mais tempo, mas realmente não dá. A coleção francamente não estou dedicando muito tempo e estou pedindo desculpas para o carrinho. No momento estou em meio à faxina que precisa ser feita a cada dois anos pelo menos, e tenho achado alguns carrinhos que estão reclamando por atenção e carinho. Mas realmente o site é muito divertido fazer, e proporciona a possibilidade de aprender um monte de coisas e de conhecer gente.



Tem alguma dica pra dar para aquele colecionador que está começando agora sua coleção?

Coleção é para se divertir. Não se meta em encrencas, em discussões, não brigue por um carrinho, divirta-se. É um hobby, uma diversão, tem que ser um prazer. Envolva sua esposa (volta e meia ganho da minha alguns modelos), filhos, amigos. Vá a encontros. Sempre a melhor coleção será a sua, não importa quantos modelos ela tenha e o estado que estão. É a tua coleção!!!


Compre aqueles carrinhos que você gosta, abra ou não as embalagens, pode por dois Treasure Hunt Super na pista e dar porrada com eles se isto te diverte. Não tenha medo de ser feliz, a vida foi feita para isto!


Novidades 27/11

Novembro acabou, e falta um mês para começarmos 2010. Um ano que promete fortes emoções (Copa do Mundo, eleições presidenciais, retomada da economia), e novas coleções dos nossos fabricantes de miniaturas preferidos. Isso significa que as lojas receberão mais novidades durante o mês de dezembro, tanto para desovar estoques, quanto para aproveitar o período de Natal.

Hoje teremos uma entrevista imperdível às 0:00: a lenda do colecionismo brasileiro, o oldman, Mário Estivalét. Além de ser um dos maiores colecionadores do país, ele é dono do site hotwheelsbr. Não perca!

Vamos ver quais são as novidades de hoje:

• 1966 TV Series Batmobile (1:18 Scale): um ítem indispensável para quem coleciona escalas maiores, e é fã do Batman. Esse modelo é todo cromado e cheio de detalhes para comemorar os 75 anos da DC Comics. É possível que venha para o Brasil dentro da série Elite, que já foi anunciada pela Mattel Brasil. Só serão feitas 3 mil unidades.

• Holiday Hot Rods: essa série natalina já foi mostrada aqui, e está disponível apenas nos supermercados Target nos EUA. A série traz alguns modelos que estavam fora da linha nos últimos tempos, com decoração de festas de fim de ano. Os modelos são: Olds 442, '65 Chevy Impala, Swoop Coupe, Chaparral 2D, Sweet 16 II, Austin Healey, Whip Creamer II e Cadillac Escalade.



• Super Modified (2010 Race World): modelo criado em 1998, que está de volta em 2010 na série de carros de corrida.