en

quarta-feira, 31 de março de 2010

Lote H na Austrália

Apareceu na Austrália o lote H da mainline deste ano. O T-Hunt desta caixa é o Rat Bomb, que ainda não havia aparecido.

Aqui ainda estamos na espera do lote D e E, que devem chegar agora em abril.

Este lote H das fotos é o "Internacional", portanto é o mesmo que aparecerá por aqui em pouco mais de 2 meses.

Fotos: DU Down Under.

terça-feira, 30 de março de 2010

K&N Challenger

A Mattel tem várias formas de ganhar dinheiro com seus Hot Wheels, e a mais óbvia é vendendo milhões de carrinhos a $1,00 lá nos EUA e a R$5,00 aqui. Mas ninguém pode querer ficar muito rico com isso, afinal os custos de produção são altos também.

Então, uma saída é ganhar dinheiro de outras formas, e uma delas se chama "licenciamento". É simples: a Mattel cede espaço em seus carrinhos para que empresas coloquem seus logotipos. E quem é mais observador, vai ver que isso tem acontecido muito ultimamente (vide a série Delivery e Sweet Rides, por exemplo).

E para ilustrar o que estamos falando, segue a foto real de um Dodge Challenger patrocinado pela fábrica de filtros de alto desempenho K&N e sua réplica muito perfeita da Hot Wheels, que está neste ano na mainline. Ficaram muito iguais, não?

(Fotos: crayonbreaking e Dave Race)

segunda-feira, 29 de março de 2010

Ghostbusters Ecto-1

Já é possível encontrar nas lojas dos EUA, o tão aguardado Ghostbusters Ecto-1 da Hot Wheels.

Ele é mais uma das (boas) novidades da mainline para 2010, que em breve chega para nós. Este modelo homenageia o Cadillac Hearse usado no filme "Caça-Fantasmas" com detalhes bem interessantes. Claro, não é uma miniatura perfeita, afinal estamos falando de um modelo que custa R$5,00, mas mesmo assim ele está bem legal.

A Mattel já mandou avisar que ele aparecerá durante o ano todo, espalhado por lotes diferentes, mas não será tão fácil de ser encontrado (ele vem em apenas uma unidade dentro das caixas).

Abaixo, a foto do modelo, e uma uma foto que tirei de um dos modelos reais utilizados no filme, que fica exposto no parque da Universal em Orlando (note que a miniatura é referente ao primeiro filme, e o carro real é do segundo filme da série).

Ah, e tem fotos do interior dele, que ninguém vê. Aparentemente na parte traseira da mini tem os coletes que os Caça-Fantasmas usavam no filme.

domingo, 28 de março de 2010

O belo '56 Merc

Ele apareceu pela primeira vez na série Ultra Hots em 2007, e mais algumas vezes em caixas com 10 modelos em 2009. E volta este ano na mainline, na sub-série Hot Auction.


Ele é elegante, abre o capô, e vem em uma bela cor. E talvez estes sejam os motivos dele estar sendo disputado a tapas nos EUA.


Fora esse assédio todo com o modelo, ele vem em apenas uma unidade por caixa. Ou seja, tão raro quanto um T-Hunt normal.


Você ainda tem dúvidas de que será difícil pegar um desses aqui no Brasil?



Fotos: thebum e John Rino

sexta-feira, 26 de março de 2010

Entrevista: Eduardo "Arakem"


2008 foi um ótimo ano para os colecionadores de Hot Wheels. Pelo menos para os colecionadores do resto do mundo, que puderam comprar em lojas o lançamento mais legal daquele ano: o '65 VW Fastback.


Ele é todo feito de metal, abre a lataria para mostrar o motor, e é bem bonito. E foi distribuído em poucas quantidades, fazendo dele um modelo bem difícil de se achar, até nos EUA. Até hoje, este modelo azul é vendido por um preço alto no mercado paralelo.



Mas, por um motivo que não ficou claro até hoje, este modelo não veio para o Brasil. E isso frustrou todo mundo que coleciona Hot Wheels. A Mattel anunciou recentemente que um dos modelos exclusivos que será vendido na convenção de 2010 no Brasil, será um VW Fastback, mas isso certamente não apaga a lembrança da falta que o modelo original faz.


Um dos colecionadores que ficou frustrado com este fato, foi o Eduardo "Arakem", sujeito simples, de fala mansa, e sempre com um sorriso largo no rosto. Um dia ele pegou um poster de 2008 da mainline Hot Wheels em uma loja, e gostou daquele modelo que lembra o nosso VW TL, e começou a caçar o modelo. O resto, ele mesmo conta na entrevista abaixo.


(A Mattel do Brasil foi procurada para falar sobre este caso, mas não se pronunciou até a publicação desta entrevista.)



Como você soube que a miniatura que você queria (o VW Fastback) não viria mais para o Brasil? Você tentou obter uma resposta oficial da Mattel?

Fui perceber que o Hot Wheels Volkswagen Fastback não viria quando passei o ano inteiro de 2008 procurando o mesmo em todas as lojas que vendem miniaturas e em hipermercados. A maioria dos proprietários destas lojas já me sinalizavam sobre o fato de que não iria chegar. Quando começou a distribuição do "poster" 2009, procurei o SAC da Mattel, que por sua vez estava totalmente sem informação a respeito. O SAC pediu alguns minutos para se informar com seus superiores, que jogaram uma resposta evasiva: "diga a ele que já vieram algumas unidades, e que as mesmas já acabaram". Rebati imediatamente relatando que eu havia corrido todas as lojas e hipermercados, e que todos disseram a mesma coisa: não veio a referida mini e nem vai chegar. O SAC ali representado por uma funcionária educada, simplesmente lamentava. A Mattel do Brasil em momento algum deu um retorno para dar sequer uma satisfação, uma atenção, uma explicação. Deixou-me no esquecimento.



E quando você decidiu entrar na justiça? Você tentou primeiro o PROCON, não é?

Decidi diante de tal descaso procurar primeiramente o PROCON de São Paulo, que por sinal teve um papel muito forte em todo o processo. Fui muito bem atendido pela equipe do PROCON da Praça da Sé, que mandou todos os fatos referentes à propaganda (poster de 2008) e o modelo não distribuido aqui no Brasil. A Mattel do Brasil mandou sua documentação de rebates aos fatos de propaganda do modelo em questão. Recebi posteriormente orientação do PROCON, de que a Mattel não iria resolver a questão junto ao PROCON e nem me dar satisfações.



E a Mattel? O que disse quando foi procurada pela justiça?

A primeira vez que a justiça notificou a Mattel foi para efetuar uma audiência de consciliação entre as duas partes: estava ali representando a Mattel do Brasil a senhora Ana Maria Vasquez Marco, bem como o seu advogado Guilherme Fontes Bechara. Começada a audiência de consciliação, me foi perguntado o que eu queria da Mattel do Brasil; respondi com o coração já cansado de esperar por um ano e meio: "quero somente o carrinho de ferro (Hot Wheels Volkswagen Fastback) para completar a minha coleção do poster 2008". O consciliador perguntou à Mattel do Brasil ali representada, se havia a possibilidade de colocar à venda o referido modelo. A resposta foi categórica: "não". Novamente o consciliador pergunta à minha pessoa se há outra forma de solucionar o problema. Respondi que sim, que a referida miniatura estava sendo comercializada no site do Mercado Livre, e que a Mattel poderia adquirir a mesma para dar uma solução. O advogado ali presente da Mattel até achou a idéia interessante! Pediu um "ok" para a senhora que ali representava a Mattel para dar uma solução junto à consciliação. E numa resposta rápida e fria, ela supreendeu até o consciliador: "não". Diante deste fato, decidi esperar que a justiça julgasse os fatos relacionados e documentados.



A justiça definiu qual sentença pra Mattel resolver isso com você?

A justiça definiu que a Mattel, no prazo de quinze dias, disponibilizasse o modelo '65 Volkswagen Fastback para venda no valor de mercado, e caso passasse este prazo, pagaria o valor de R$300,00 por dia. Mais uma vez a Mattel decidiu não resolver a simples questão, entrando com um recurso que alega que o modelo em questão (First Edition de 2008) não será mais produzido no mundo (fato documentado pelos advogados da Mattel), e que não tem, em hipótese alguma, como vendê-lo no mercado brasileiro.



Agora que a Mattel entrou com recurso, o que você espera que vai acontecer?

Aguardo com muito otimismo! Pois quem julgará o recurso será o colégio recursal, que por sinal é um dos mais competentes.



É claro que isso tudo não se trata apenas de uma mini, que você até podia comprar pagando mais caro em outros lugares, mas está mais relacionado com o respeito ao consumidor. O que você, como brasileiro, espera que mude no tratamento de empresas como a Mattel com os consumidores?

A Mattel do Brasil mostrou-se não só para mim, mas para os brasileiros, para os colecionadores, os admiradores dos carrinhos de ferro, crianças que entram nas lojas e pedem a seus pais, enfim, todo aquele que recebe o poster "propaganda" com a frase do poster de 2008: "Encontre uma dessas raridades e se torne um super colecionador" ou a outra: "São 12 equipes no total de 4 carros cada! Colecione todos!". A Mattel do Brasil com isto subjulga nossos sentimentos de ansiedade, de expectativa em completar a coleção ali colocada por ela, e não a respeitando rigorosamente.


Esquece (ou finge não saber) que o brasileiro, desde seus pais, já colecionavam albuns de figurinha e compravam carrinhos de ferro da "verdadeira" Matchbox Lesney. Nos tratam como mero comércio. Cito frases que a Mattel usou em sua defesa: "Com efeito, o que ocorreu foi que o autor procurou um produto e não o encontrou. Situação típica do cotidiano, e que usualmente acontece com a grande parte da população. Ora caso todos os consumidores que não encontrassem o que desejam nas lojas ingressassem com uma demanda, a atividade comercial não teria qualquer segurança jurídica". Isto é o que pensa a Mattel do Brasil ali representada pelos seus advogados de defesa. Acordem senhores colecionadores e admiradores! O Brasil tem leis de defesa aos consumidores. Tem excelentes juízes de direito, magníficos promotores! Não os deixem tratá-los como uma simples peça de xadrez.



Mudando um pouco de assunto, me fala um pouco da sua coleção. Quando e por que começou a colecionar? Quantas minis você tem hoje?

Tenho carrinhos de ferro (Matchbox anos 70 em diante) desde pequeno, quando ganhava dos meus pais. Cresci um pouco, e sempre que posso adquiro um modelo interessante. Gosto tanto de carrinhos de ferro como de trens (ferromodelismo). Já devo ter algumas centenas de minis. Procuro não contar, deixarei isto e mais algumas raridades para meu querido filho Guilherme Garcia Antonio, que contará após herdar tudo. Este por sinal puxou ao pai, gosta muito de carrinho de ferro com pneu de borracha!



Além do VW Fastback, tem mais algum modelo que você quer e não tem? Você tem algum modelo favorito na sua coleção?

Sim, tem um modelo da fantástica Norev (França), escala 1:18: o Dauphine Police. Meu modelo favorito é da Johnny Lightning Military Muscle, o Kubelwagen 1/64 da 2ª Grande Guerra.



Sua coleção tem algum tema, ou você pega tudo o que gosta? Você colecionava Matchbox, correto?

Um tema no qual tenho muito carinho, é pelos serviços de emergência: bombeiros, polícia, ambulância. Também pego tudo que gosto e acho bonito. Dos detalhados, cito os alemães, que tem um carinho todo especial por suas detalhadas miniaturas. Tenho duas unidades de carro de bombeiros na escala 1:87 da marca Viking, que são de uma riqueza em detalhes incrível. Tive a grande oportunidade de viajar para a Italia nas férias de 2007, ficando quase um mês lá. Fucei cada loja de modelismo, e locais aonde poderia encontrar uma mini diferente. Foi fantástico! Nas férias de 2008 fui com minha querida esposa e filho para Portugal. Também foi outra viagem fantástica pelas lojas de miniaturas e hobby modelismo. Fiz questão de resaltar estas viagens para deixar bem claro que não precisamos ficar refém de uma empresa que não da atenção merecida a seu consumidor! O próprio mercado com o tempo engulirá está falta de acabamento em detalhes, esta mesquinharia de colocar rodinhas ridículas em determinadas minis, de anunciar determinada mini, e depois deixar todo um público a ficar com cara de otário.


Tenho Matchbox desde pequeno! Uma época que marcou a vida de muitos brasileiros, e digo isto com ganho de causa, pois em todos estes lugares que passei, PROCON, juizado de pequenas causas, dentro dos corredores do fórum de Santana, as pessoas me viam com o "poster propaganda" e perguntavam o que era aquilo. Eu carinhosamente respondia "é a coleção de carrinhos de ferro de 2008", e imediatamente eles diziam "quando pequeno eu tive um Matchbox, um carrinho de ferro que vinha da Inglaterra". Não tem coisa melhor para os ouvidos do que testemunhar toda uma geração que agora são adultos, contar suas histórias sobre Matchbox.



Tem algum conselho pra dar aos colecionadores brasileiros?

Conselho e sugestão: procurem se reunir mais em convenções e traçar metas mais objetivas, não acreditem em falsas promessas! Com a união de todos os colecionadores do Brasil, essa tiração de sarro acaba. O descaso desaparece. Com uma união geral de todos os colecionadores a nível nacional, mandaremos para a matriz da Mattel o que acontece aqui no mercado brasileiro. Tenho certeza que a política de tratamento ao colecionador e consumidor muda radicalmente. Tenho plena convicção de que a Mattel matriz não está a par do meu caso.


Novidades 26/03

Não perca essa noite, a entrevista mais BOMBÁSTICA do ano! A história incrível do colecionador brasileiro que processou a Mattel do Brasil por causa do VW Fastback, e ganhou! Você não pode perder essa entrevista que vai mudar a história do nosso hobby aqui no Brasil!

Vamos ver agora o que chega em breve nos EUA e aqui.

• '62 Ford Mustang Concept, Teegray (2010 New Models): eis a miniatura do modelo conceito que viria a ser um dos carros mais revolucionários da história: o Mustang. Ele debuta este ano na mainline. E uma nova cor para o Teegray

• Impavido 1 (2010 Track Stars): ele ficou conhecido no Brasil como o modelo que não veio na mainline de 2008, junto com o VW Fastback. Ele ressurge agora na série de carros próprios pra correr nas pistas da Hot Wheels.

• Mazda Furai (2010 All Stars): esse modelo já apareceu por aqui, e virá para o Brasil na série HW Premiere. O modelo é uma homenagem ao Japão, e está na mesma lista que o nosso VW SP2.

• Custom '62 Chevy (2010 10-Pack Exclusive): modelo com cor exclusiva que só sai em caixas com 10 carrinhos.

• Ferrari 599 GTB, Aston Martin V8 Vantage, Ford Shelby GR-1, '09 Audi TTS, Ferrari California, Jaguar XJ220, Corvette C6-R (2010 Speed Machines): novos modelos e novas cores para a série que é vendida aqui no Brasil a R$9,99.