Destaques:

quinta-feira, 31 de março de 2011

Mais novos Matchbox para 2011

Ontem mostramos aqui alguns protótipos da linha Matchbox de 2011, e agora vamos mostrar mais alguns protótipos de modelos que vão chegar às lojas de todo o mundo (menos nas nossas, claro):


- Dune Dog:


- Porsche Panamera:


- Volkswagen 5 pack:


- Chevelle e Volvo (Lesney Edition):


- Super Convoy:


- Working Rigs:

Fotos: Chuck Wiersma.

Novos Decades nos EUA

Mais modelos da série Decades tem saído nos EUA nos últimos dias. A série foi anunciada como um dos lançamentos de 2011 aqui para o Brasil, tanto pela Mattel americana, como pela Mattel brasileira, mas até agora ninguém sabe dela.

Fotos: brad325is, crazzey8, GeorgeBarracuda, Jolmstea do Hot Wheels Collectors, e kinger1272 do eBay.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Protótipos e novidades Matchbox

Foram encontrados alguns protótipos da linha Matchbox de 2011 recentemente, e eles mostram alguns modelos bem legais que já havíamos anunciado por aqui. Ainda falta aparecer o protótipo da VW Saveiro, mas assim que ela dar as caras, mostraremos aqui em primeira mão!


Os protótipos são esses: as duas variações de cores do Firebird Formula, as duas cores do Lamborghini Miura, o novo Cadillac e o Aqua King. Abaixo também algumas fotos de novos modelos que foram encontrados nos EUA.


Fotos do excelente blog Matchbox Memories e de kctjsmee do MCCH.

terça-feira, 29 de março de 2011

BMW e Porsche da Hot Wheels

Apesar das economias que tem afetado a qualidade de algumas miniaturas da Hot Wheels, um ou outro modelo tem se mostrado mais caprichado nos últimos anos. Destaque para os Porsches e a BMW deste ano, muito bem retratados pelo amigo colecionador John T. Lambert.


Alguns colecionadores tem reclamado da falta de pintura nas lanternas traseiras da BMW, e da falta do farol de acrílico usado no Porsche GT2 (que aparece abaixo em preto), mas é inegável que tanto a BMW como o Porsche GT3 novos estão bem legais. A variação vermelha da BMW acabou de sair nos EUA e deve aparecer em breve por aqui.

A Dairy Delivery de guerra do Big Bond!

O nosso incansável amigo Big Bond arranjou mais uma utilidade para a Daily Delivery: uma poderosa arma de guerra! Segundo o próprio Paulo, a DD que ele apelidou de "Hunter Machine" possui:

- Motor: 12 cilindros, bi-turbo.
- Carroceria: super blindada.
- Tração: traseira, nos dois eixos.
- Janelas: vidros blindados com tela de aço.
- Para-choques dianteiros: de alta resistência.
- Para-choques traseiros: de alto impacto.
- Pneus: à prova de balas.
- Suspensão: a ar, de alta resistência.
Armamento:
- Lado direito: dois canhões e uma metralhadora.
- Lado esquerdo: dois canhões e uma metralhadora.
- Frente: mísseis anti-aéreos.
- Teto: canhão de alta potência, com giro de 360 graus e radar ar/terra.



segunda-feira, 28 de março de 2011

A economia da Mattel

A Hot Wheels é uma das marcas da gigante de brinquedos Mattel, e ela produz miniaturas desde 1968, época em que a gasolina era barata, e o mundo era bem diferente.


Os anos passaram, a inflação subiu, o petróleo e o metal ficaram mais escassos e mais caros, e a China descobriu que seus trabalhadores mereciam um salário um pouco mais alto. Tudo isso e mais outros detalhes fizeram a Mattel rever sua linha de produção de brinquedos, em especial a linha Hot Wheels, que possui uma extensa linha de carrinhos que custam $1.00 cada nos EUA. E para eles custarem tão barato por tantos anos, o pessoal da Mattel teve que fazer algumas "mágicas".


Imagine você que as minis são fabricadas do outro lado do mundo, são transportadas de navio para vários lugares do mundo, e depois são distribuídas em milhares de lojas. Além destes custos, acrescente o custo do pessoal da matriz (designers, engenheiros, etc), o custo de marketing, criação de embalagens, e muitos e muitos mais custos para produzir o carrinho que chega até você com uma qualidade que tem obrigação de ser cada dia melhor para não deixar que concorrentes se apoderem deste mercado.


E para manter o preço estável e continuar dando lucro, a Mattel teve que tomar medidas drásticas de economia, que tem desagradado seus fãs:


- substituição de chassi de metal para chassi de plástico;

- substituição da carroceria de metal para carroceria de plástico;

- eliminação de peças móveis, para baratear o custo de produção e diminuir o risco de processos judiciais com acidentes com crianças;

- "patrocínio" de algumas minis por fabricantes de peças e por marcas variadas de cosumo;

- perda de detalhes de pintura de algumas minis;

- "relaxamento" do controle de qualidade, sendo que tem sido mais comum ver miniaturas com qualidade ruim nas lojas.


Apesar de tantas mudanças, a Hot Wheels continua em apuros dentro da Mattel, com resultados financeiros cada vez piores deixando os acionistas cada vez mais preocupados com seus altos custos. É possível imaginar que nos próximos anos veremos mais cortes como estes de produção, e até um provável aumento de preço nos EUA que refletirá em todo o mundo.


A boa notícia é que o recente aumento nos impostos brasileiros com brinquedos importados não vai impactar no preço das minis da Hot Wheels, mas por outro lado podemos perder algumas linhas colecionáveis.


Veja abaixo dois exemplos recentes que magoaram os colecionadores: o Mustang Funny Car que agora tem o chassi de plástico e não abre mais a carroceria para exibir o seu motor (o modelo passou também por uma atualização, como você pode notar com a primeira versão deste ano em azul na foto acima do cinza mais novo), e a Chevy Panel que chegou na série Garage deste ano sem sua tradicional moto no interior dela. Esses são apenas dois exemplos de vários outros modelos que já passaram por "cortes de custos" nos últimos anos.