Coleciona

Destaques:

terça-feira, 23 de maio de 2017

Tudo o que vem nas caixas do lote "M" da linha básica de 2017!

Desde a semana passada estamos mostrando por aqui todas as informações sobre o novíssimo lote "M" da linha básica de 2017 da Hot Wheels, e hoje temos as fotos de todos os carros que vem nas caixas deste lote. Nosso amigo e colecionador Muazli Marzuki, fez as fotos para nós e como agradecimento gostaria de pedir a todos que seguissem o canal dele no YouTube, e curtissem seus vídeos! Ele promete que sempre mostrará novidades quentes por aqui!

O lote é um dos melhores do ano segundo os colecionadores, e ele vem com alguns modelos inéditos, como o '17 Pagani Huayra Roadster, a Mazda REPU (inspirada no carro original do Mad Mike, um piloto de drift neozelandês) e o Ice Charger, além de ótimas variações de cores e decorações de carros lançados neste ano e nos anos anteriores. O Super T-Hunt do lote é o 2005 Ford Mustang e o T-Hunt da caixa é o 24 Ours.

Para ver mais novidades todos os dias fique ligado aqui no T-Hunted, curta nossa página no Facebook e siga o nosso Instagram!

Novos carros e trailers do 11º lote da série Hitch And Tow

A grande novidade na série Hitch And Tow da Greenlight é a nova decoração da parceria com a Falken Tires, que vai gerar muitos outros modelos com essas cores. São quatro modelos de carros e trailers vendidos em conjunto, e em breve teremos as fotos finais da série. Veja tudo o que já postamos sobre a Greenlight neste link.

As fotos da série Anniversary da Greenlight

Depois de mostrar os desenhos da série, a Greenlight mostra as fotos do quinto lote da Anniversary Collection com seis modelos bem interessantes. Em breve também chegam nas lojas dos EUA, e depois serão importados para cá. Veja tudo o que já postamos sobre a Greenlight neste link.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

A nova série Minions da Hot Wheels

Neste momento a Mattel está produzindo uma série de carros com a temática do filme "Minions", e até agora temos fotos de 6 carros. Eles seguem a mesma receita de outras séries: carros não licenciados com rodas de plástico e uma embalagem mais caprichada.

Mas será que a série, a escolha dos carros e a decoração vão fazer com que esses carros vendam bem? Normalmente essas séries custam o dobro do preço da linha básica aqui no Brasil e alguns cents a mais nos EUA. Em breve teremos mais fotos e mais detalhes deles. 

Para ver mais novidades todos os dias fique ligado aqui no T-Hunted, curta nossa página no Facebook e siga o nosso Instagram!


Novas cores para o Chevelle da Johnny Lightning

A Johnny Lightning vai vender com exclusividade para lojas especializadas em miniaturas alguns modelos com cores inéditas. O primeiro a ser divulgado é o 1967 Chevrolet Chevelle, e ele chega nas lojas dos EUA com ambas as cores em julho deste ano. Clique aqui para saber mais sobre a Johnny Lightning.

As fotos do primeiro lote da série Mecum Auctions

A Greenlight mostrou na semana passada as fotos dos carros do primeiro lote da série Mecum Auction, com modelos que foram vendidos pela casa de leilão nos últimos anos. São basicamente muscle cars dos anos 60 e 70, com decorações e pinturas exclusivas, e em breve chegarão nas lojas dos EUA. Veja tudo o que já postamos sobre a Greenlight neste link.


As séries da California Toys com o menor preço do Brasil na Miniaturas Maceió!

A loja Miniaturas Maceió recebeu uma grande encomenda de carros e caminhões da California Toys, e agora eles estão com o melhor preço do Brasil! Dá uma olhada nisso: California Jr 1:64: R$10,00, California Truck: R$40,00 e California Jr. 1:43: R$30,00! Acesse já e complete a sua coleção! 

domingo, 21 de maio de 2017

Hot Wheels (1968 a 1994)

É uma das marcas de miniaturas da Mattel. Como já vimos tantas vezes nesse ramo, a Mattel foi fundada em 1945 em El Segundo California, EUA, por Harold "Matt" Matson e Elliot Handler, que usaram partes de seus nomes para batizarem a empresa. A Mattel é a maior empresa de brinquedos do mundo e dona, entre outras, das marcas: Fisher-Price, Barbie, Monster High, Ever After, Winx Club, Hot Wheels, Matchbox, Masters of the Universe, American Girl, além de muitos jogos de tabuleiro. Em 2015 a Mattel tinha cerca de trinta e um mil empregados, distribuídos em 40 países e territórios e com vendas em mais de 150 deles.

Os Hot Wheels Foram oficialmente criados em 1968. Nesse ano a Mattel mudou o mundo das miniaturas de 3 polegadas, com uma ideia simples. Criou um conjunto de rodas e eixos de baixo atrito para as miniaturas, para que essas pudessem correr mais livremente nas pistas criadas por ela. Os eixos eram polidos e muito finos e as rodas tinham um ressalto no lado interno das mesmas o que as fazia ter menor superfície de contato e com isso deslizar mais rapidamente com menor atrito. Isso mudou o paradigma à época onde as miniaturas não eram feitas para uso em pistas.

As primeiras miniaturas lançadas vinham com a logomarca Hot Wheels e foram 16 modelos, chamados de “sweet sixteen”, em uma tradução literal seriam os doces dezesseis, mas na verdade a expressão “sweet sixteen” equivale ao que temos em português como “debutante”, a jovem que aqui faz 15 anos, nos EUA, essa jovem é apresentada a sociedade com 16 anos e esses anos são chamados de “sweet sixteen”.

As miniaturas “sweet sixteen” produzidas nos EUA tem vidro transparente branco e as feitas em Hong Kong para o mesmo ano de 1968 tem vidro azul.

Com as miniaturas lançadas vieram as pistas. À época a Mattel não se preocupava muito com os modelos em si e sim com sua performance nas pistas. Os 16 modelos iniciais são em grande parte modelos sem licença (custom) ou criados pela própria equipe de projetistas da Hot Wheels.

As pistas foram ficando mais complexas e tinham uma estação de serviço no meio, que na verdade era um impulsor à bateria, disfarçado, para que as miniaturas corressem nas pistas sem necessidade de ficarem sendo empurradas todo o tempo.

Além das miniaturas de séries especiais lançadas todos os anos, as miniaturas conhecidas como “mainline” continuavam a serem lançadas.

Em 1970 foram dezenove miniaturas “mainline” além das séries especiais: Club Kit, The Spoilers, Heavyweights, Sky Show e Grand Prix (parte). 
Com o sucesso dos primeiros anos foi se formando um funcionamento da marca. Em 1970 e 1971 foi produzida a série dos “Spoilers” com oito novos modelos. Cinco em 1970 e mais três em 1971.

Nesses dois mesmos anos de 1970 e 71 lançaram também a série “Heavyweights” com treze modelos, sendo seis modelos no primeiro ano da série e sete no segundo. Essa série era composta de modelos maiores, mais pesados (Heavyweights).

Um set, chamado de Sky Show/Aero Launcher, também de 1970, tinha um avião preso às miniaturas e ao passarem por uma parte da pista os aviões se soltavam e planavam. Nesse ano foram lançados somente a Deora e o Custom Fleetside nessa série.

A Série Grand Prix teve oito modelos lançados em 1969 

Mais dois modelos complementaram a série em 1970. 

Em 1972 a Mattel lançou uma série chamada Farbs. Essa série não levava a logomarca Hot Wheels, mas utilizava as mesmas rodas e pistas. Era composta de apenas quatro modelos e os bonecos tinham a cabeça móvel. 

Além dos quatro modelos originais tiveram mais dois protótipos, mas esses nunca foram lançados.
Os nomes dos protótipos seguiam a forma dos quatro modelos anteriores, fazendo trocadilhos com nomes de verdade.

De 1972 a 1975 uma outra invenção que começou como promoção de postos de gasolina apareceu no mercado os Zowees, eram veículos menores com uma polegada apenas, com base de metal e uma parte plástica por cima composta de vários objetos. Inicialmente foram desenvolvidos oito modelos e depois acrescentados mais seis modelos.

Tratavam-se de brinquedos promocionais para os postos de gasolina Shell nos EUA. Eram brindes para quem enchesse o tanque ou poderiam ser comprados no mesmos postos por quarenta e nove centavos de dólar (49 cents) a unidade. Os modelos não tinham caixa e eram embalados em sacos plásticos pequenos com um folheto dentro mostrando a série. 

Entretanto, em 1973 houve a primeira crise do petróleo e com os preços da gasolina bem mais altos todas as promoções cessaram e a Mattel acabou com um estoque grande dos Zowees. Ela resolveu liquidar o estoque e os lançou em mal enjambradas embalagens de dois, três ou quatros modelos por conjunto.

Na Europa os Zowees eram conhecidos como “Fun Buggies”, mas os mesmos modelos tinham nomes diferentes dos Zowees americanos.

De 1974 a 1983 foi lançada a série “Flying Colors”. O modelo Race Bait 308 é claramente uma Ferrari 308 sem licença. O Lickety Six parece ter sido inspirado no P-34 da Tyrrel da F-1 que correu parte de 1976 e todo o ano de 1977 com o carro de seis rodas Projeto 34. 

De 1976 a 1978 foi a vez da série “Super Chromes” e de 1978 a 1979 a série “Oldies but Goodies”.

Dessa forma a Hot Wheels foi se firmando no mercado. Alguns anos com muitas séries novas de curta duração, outros anos com séries mais longas e muitas repinturas.

Vamos ver o caso de um modelo lançado inicialmente na “Oldies but Goodies” o Auburn 852. Esse modelo foi lançado em 1979 e foi “aposentado” como “Final Run” em 2003. 

O modelo teve 24 anos de existência na linha Hot Wheels antes do molde ser destruído e passou por várias outras séries, cores, pinturas, embalagens e rodas até chegar ao modelo final o “Final Run”.  Após o modelo sair nessa última série seu molde é destruído e dessa forma a Hot Wheels não pode mais produzir o modelo nesse molde. 

No início dos anos 70 a Hot Wheels lançou uma derivação de suas miniaturas, em plástico, que foram os Hot Wheels Sizzlers. Esses na verdade eram miniaturas com um pequeno motor a bateria.

De 1978 a 1979 tiveram seis outras séries lançadas, além dos “Oldies but Goodies”. Drag Strippers, Speedway Specials, Super Streeters, Rescue Team, Classy Customs e The Heavies.

O Hare Splitter foi relançado em novo molde nos anos de 2012 na série The Hot Ones, 2013 na Flying Customs e 2015 na Heritage com rodas Real Riders.

De 1979 a 1984 foi a vez da série The Heroes, onde as miniaturas tinham pinturas de super-heróis. Eram na maior parte repinturas com esses super-heróis pintados nas laterais.

A série Scorchers esteve a venda de 1979 até 1981. Essa era uma série de 12 miniaturas de corda (duas variações de cor para cada modelo), do tipo “pull-back”, onde se puxa a miniatura para trás para dar corda no mecanismo e ao ser solta ela corre. Os modelos não tinham interiores e os vidros eram de plástico cromado não transparentes.

Ainda de 1979 a 1981 foi a vez da Scene Machines. As miniaturas dessa série tinham uma foto dentro e uma lente na parte traseira onde se podia olhar a tal foto. 

Uma série mais longa a Workhorses, com foco em máquinas caminhões e veículos de serviço foi lançada em 1980 e produzida até 1989. 

De 1980 a 1983 a série HiRakers foi produzida. Uma característica interessante dessa série é que o eixo traseiro podia der regulado na altura modificando a miniatura.

1980 trouxe belas miniaturas como o ônibus da Greyhound, o Z-Whiz, um belo Datsun sem licença, mas também trouxe outras miniaturas extremamente fantasiosas dos estúdios Hot Wheels. 

O fantasioso Bubble Gunner foi relançado em novo molde na série The Hot Ones em 2011 e 2012 e depois também em 2015 na série Heritage com rodas Real Riders.

De 1982 a 1988 foi a vez da série The Hot Ones. A maior parte da série era de repinturas de miniaturas da “Mainline”.

A última série Hot Ones foi relançada em 2011 e 2012 com algumas miniaturas da época com novos moldes e outras simplesmente repetidas trinta anos depois.

1981 foi um bom ano para o colecionador onde a única miniatura sem licença extremamente fantasiosa foi o Cannonade. Esse fantasioso modelo ainda foi produzido em 1982, 83 e 86.

Outro bom ano o de 1982 para o colecionador onde, dos lançamentos sem licença, somente o Land Lord é muito estranho. Curiosidade é que esse modelo somente saiu nesse ano e nunca mais.

Nos anos de 1981 e 1982 foi a vez de uma engenhosa série em escala 1:87 chamadas Steering Rigs. Tratavam-se de cavalos e reboques onde os últimos tinham um volante em cima e rodas especiais na traseira com uma pequena faixa de borracha para dar aderência. Sem essa aderência os veículos não conseguiam fazer as curvas esperadas.

De 1983 a 1987 circulou a primeira série da Hot Wheels com pneus de borracha. A série era mais voltada aos colecionadores embora permanecesse na escala de três polegadas. O nome da série “Real Riders” e depois passou a ser sinônimo de miniaturas com pneus de borracha, mesmo em outras séries até hoje.

Belos modelos Mainline e Classics em 1984, onde o magnífico Rolls-Royce Phanton II foi lançado também com as mesmas rodas BW todas em preto sem a banda branca, nesse mesmo ano.

De 1989 a 1991 a série Park’ n’ Plates fez sucesso onde a miniatura vinha em uma cartela com uma placa estampada em metal.

Outra engenhosa série de 1985 a 1987 em três polegadas, toda em metal onde os modelos tinham uma parte amassada, que virava ao ser tocada. Era como se os veículos se chocassem em um acidente e ficassem amassados.


Em 1991 uma ideia que já tinha sido tentado por outros e não teve muito sucesso. Esses modelos eram da série Cap Blastin’. Os modelos vinham em uma cartela com um “lançador” e nessa tentativa de lanças miniaturas, tinham espoletas! Não necessariamente um brinquedo muito seguro. A série foi desenvolvida com seis modelos, mas somente os três mostrados abaixo foram realmente lançados.

No biênio 1990-91 foi a vez da série California Customs ser produzida. Essa série era apenas de repinturas. Mas tinha alguns apelos especiais para a época, como rodas TW (turbo wheels) em duas cores (feitas em plástico). Uma pequena cartela de adesivos e um medalhão, tipo “button”, para prender na roupa, também vinham juntos com os modelos, além de pinturas especiais e o nome da série grafado no vidro das miniaturas.

Em 1993 as Tattoo Machines chegaram ao mercado. Eram 12 veículos, todos repinturas e vinham com uma cartela de tatuagens temporárias. Todas as miniaturas, foram renomeadas para o nome das tatuagens de suas pinturas. Na foto abaixo o Porsche 959 foi renomeado de “Eye-Gor”.

Em 1989 a Mattel comprou uma de suas rivais a britânica Corgi Toys e entre os anos de 1991 e 1995 lançou a linha Corgi Auto-City. Linha composta exclusivamente de miniaturas de molde original Corgi, mas agora sob a bandeira da Mattel. Alguns dos modelos ex-Corgi foram depois produzidos em cartelas Hot Wheels azuis (Blue Cards) ou cartelas Mainline simples de 1995 a 2003.

Vejamos o caso do ERF Fire Tender, que era o nome original da miniatura sob o nome Corgi. Esse nome não foi mantido quando a bandeira da miniatura mudou para Hot Wheels e a miniatura foi rebatizada de Fire Eater II, provavelmente para não ter que pagar uma licença à ERF.

A Hot Wheels foi ganhando corpo e mercado e lançando sempre mais modelos em “mainline” e séries especiais. É uma das mais antigas fabricantes de miniaturas sob o mesmo controle acionário, é a líder de mercado de miniaturas de brinquedo e tem um sem número de modelos e séries nos seus 49 anos de existência.

Nota do autor: 
Esse artigo não tem a pretensão de esgotar o assunto “Hot Wheels” e foi montado com séries menos conhecidas da marca no período. Esse autor voltará ao tema posteriormente em outros artigos complementares. 

Referências