Coleciona

Destaques:

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Perspectivas 2015. O que vem por aí?

Procure qualquer análise sobre o ano de 2015, e você terá no mínimo previsões pessimistas para a economia do Brasil. Depois de anos de péssima gestão econômica, gastos estratosféricos e ilusão de um povo que sonha com dias melhores, finalmente parece que pagaremos a conta por essa enorme farra. E o que tem isso a ver com o nosso hobby? Tudo.

Os Hot Wheels básicos vão passar de R$6,99 para R$7,99, e provavelmente as linhas adultas sofrerão ajustes também. Também não dá para se sentir tranquilo se você coleciona outras marcas, já que o dólar está bem alto e ainda vai subir mais. Se você compra suas miniaturas no exterior e as importa, também já está sentindo o impacto da alta do dólar e das novas regras da receita federal, que tem taxado quase tudo o que vem de fora. Colecionar miniaturas no Brasil vai ficar ainda mais caro.

Por outro lado, a Mattel brasileira parece estar mais interessada no colecionador, e como já dissemos por aqui antes, é nesse tipo de consumidor mesmo que eles tem que se focar se querem melhorar o desempenho da marca. Mas com o aumento de preços, não precisa ser um especialista para concluir que o fabricante terá dificuldades em fechar as contas no fim do ano.

Nos EUA, com a retomada da economia o consumo de colecionáveis deve aumentar, mas agora existe mais competição no mercado, com a Greenlight produzindo carros muito mais interessantes, a M2 desenhando novas miniaturas e até a Jada com a licença do novo filme da série Fast And Furious. A briga vai ser boa, e todos eles tem que concorrer com o gosto das crianças por video games, tablets e celulares.

Falando em cinema, 2015 será um ano incrível para quem gosta de filmes, com estréias de sequências de filmes de peso, como Star Wars, Mad Max, Avengers, Jurassic Park, 007 e muitos outros. E com certeza veremos muitas das miniaturas dos carros desses filmes nas lojas.

Apesar das nuvens negras, 2015 será um ano regido por São Jorge/Ogum, e quem entende disso diz que será um ano cheio de batalhas, mas muito justo. Ou seja: aquele que fez por merecer, terá um ano melhor, mas aquele que não tem se comportado nos últimos tempos terá um ano bem difícil. Deus ajude a todos para que no fim de 2015 estejamos todos aqui comemorando um ano bom, que tinha tudo para ser um ano bem ruim. 

Feliz 2015 para todos vocês!

25 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog é brasileiro e as perspectivas são para o mercado brasileiro. Existem sim alguns países europeus em dificuldade, mas não são exatamente os que consomem mais miniaturas. As maiores audiências do T-Hunted são de brasileiros, americanos e mexicanos, e depois vem o pessoal da Ásia.

      A postagem não tem a pretensão de se estender no assunto sobre a situação econômica de todos os países, somente nos que mais importam para o hobby e para os colecionadores que lêem o T-Hunted. Gracias.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ...Ok. Desculpe ter retirado meu comentário (não tinha visto sua resposta)...

    ResponderExcluir
  4. ...Espero que, em breve, possamos ter alguma estabilidade econômica e, quem sabe, algum crescimento, e que nosso hobby possa deslanchar de vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que a crise passe rápido, e não deixe pais de família desempregados, e nem pessoas passando necessidades. E também estou na torcida com você de que nosso hobby brilhe cada vez mais!

      Excluir
  5. ...Mas eu acho que 2014 foi um ano bom para nós colecionadores aqui do Brasil. Nunca compramos tanta miniatura em outros tempos.

    ResponderExcluir
  6. ...O mercado brasileiro de miniaturas já foi bem mais "acanhado" no passado, penso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende de que passado você está se referindo... Em 2014 os Hot Wheels sumiram de lojas importantes, como Lojas Americanas, e chegaram em menor número a supermercados e lojas mais tradicionais. O hobby também foi duramente afetado pela alta do dólar e o controle mais forte da receita federal com as importações que vem de fora.

      E o pessoal da California Toys não conseguiu trazer tudo o que queria quando queria, dado o trabalho sempre "ágil" do pessoal da alfândega.

      2014 até aonde eu tenho dados, foi um ano ruim para o hobby, mas você pode ter uma outra visão sobre isso.

      Excluir
  7. Não sei se foi em todos os lugares, mas percebi, por onde ando, uma queda muito grande na reposição de produtos ano passado! Aguardei o dia das crianças e finalmente o natal com esperança de ver algo novo, mas sempre dei de cara com as mesmas minis do início do ano e quase nada de coisa nova...encontrei até algumas de 2009!
    Se 2015 seguir este ritmo estamos ferrados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serio , aqui em Recife o lote Q chegou em outubro e o A no final de Dezembro consegui até garanti umas minis boas .

      Excluir
  8. ...Quantas marcas tínhamos no mercado em 2004, 2005?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hot Wheels, Matchbox, Maisto, Johnny Lightning, Jada. Hoje temos Hot Wheels, Maisto, Greenlight e M2. Matchbox não é mais importado, JL faliu e Jada pouco vem pra cá. Estou falando das mais expressivas, é claro, e do mercado brasileiro.

      Excluir
  9. ...Eu também esperava muito mais lançamentos em 2014; o que realmente não ocorreu.

    ResponderExcluir
  10. ...Mas há ainda que se observar que houve um aumento de compra de miniaturas no mercado exterior, através da internet, em relação aos anos anteriores. Talvez pela falta de oferta no mercado Nacional até.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre 2008 e 2012 sim, mas desde 2013 tem muita gente desistindo com a pressão do dólar, alta do IOF, maior número de pacotes taxados pela receita federal, etc. Quem diz isso são os próprios vendedores internacionais, que tem notado uma queda na venda para brasileiros.

      Excluir
  11. ...Abração, Douglas. Acho que esse assunto é um pouco complexo;-)

    ResponderExcluir
  12. Tenho miniaturas para minha coleção particular paradas em Curitiba (receita federal) desde agosto!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Eu fiquei meio decepcionado e meio contente com 2014 em relação aos Hot Wheels. Decepcionado porque, pra mim, pouquíssimas miniaturas eram o que eu esperava ver, como foram o Mustang 2015 e as Corvettes C7 Stingray (coupé e conversível), ainda que já não se vê mais (ou com pouca frequência) aquelas miniaturas de carros tuning como na época de 2004 até 2007. Quem já jogou ou já viu os Need For Speeds Underground 2, Most Wanted e Carbon sabe de que tipo de tuning eu falo, aquela época foi muito boa...

    Porém, fiquei contente que, incrivelmente, levei várias miniaturas porque apareceram sim vários modelos interessantes.

    Depois de dar umas olhadas na lista de 2015, parece que esse vai ser um bom ano. Só tem o problema de que lá são nomes, não imagens né, como quando eu fiquei sabendo do Mustang 2013, esperava a coisa mais linda do mundo e me veio aquela mini toda escrota...

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. ...Realmente. É notório como, ano após ano, tem decaído a qualidade das miniaturas; muito embora o molde (os modelos) continue sempre os mesmos. A aplicação de detalhes, e a pintura, cada vez mais tem deixado a desejar. Ou seja, investem pouco e continuam lucrando cada vez mais. Também é evidente a força do marketing. As fotos publicitárias mostram sempre miniaturas incríveis (!), que quase nada tem a ver com a peça, o objeto, a miniatura que, depois, muitas vezes iludidos, acabamos comprando. Por isso, mais do que nunca, precisamos estar bem atentos ao que queremos, ao que o mercado realmente oferece, a que preço, e o que vamos adquirir. Caso contrário, com o passar do tempo, teremos caixas e mais caixas de mainlines sem graça e desvalorizadas, que, depois, se veem aos montes, sendo ofertadas a preço de banana em blogs e páginas do FB.

    ResponderExcluir
  16. Minha perspectiva para 2015 é comprar bem menos. Coleciono só Hot Wheels (eventualmente compro alguma mini de outra marca), a divulgação da lista de minis não me animou e o aumento para 8 reais vai fazer as lojas trazerem ainda menos lotes que 2014, que já foi difícil. Aqui na região de Florianópolis só a rede Havan tem oferecido os lotes com regularidade, já consegui tudo o que queria dos lotes A, B e C - inclusive o Toyota AE-86 super. Espero que continuem assim esse ano, pois as Americanas desistiram de vender HW (nenhuma recebeu minis para o natal, algo inconcebível 2 anos atrás) e RiHappy idem.

    ResponderExcluir
  17. Cadê as fotos do Tesla Model S e do Mustang 2015 custom? Duas das minis que mais espero pra esse ano *-* Sem falar em outras como o Challenger SRT 2015...

    ResponderExcluir
  18. Vamos aguardar pra ver se essa retomada não é meramente por conveniência, dadas as muitas críticas, ou se a coisa vai voltar a funcionar.

    Aumento de preço é normal em qualquer setor, em qualquer país, em qualquer época. Pra quem coleciona só Hot Wheels, é uma boa oportunidade para focar só em modelos realmente bem feitos. Isso vai dar pra Mattel um panorama do que o colecionador realmente compra. Porque não adianta mainline com 250 modelos se 200 são desinteressantes.

    Aí não adianta colocar a culpa na economia.

    ResponderExcluir
  19. Ja paguei 8,99 na mainline num supermercado aqui em Petrópolis no fim do ano...pqp...e pensar que la fora custa $ 1,00 dolar...desanima

    ResponderExcluir