Coleciona

Destaques:

terça-feira, 25 de agosto de 2015

As novidades do mês de agosto da Greenlight

Temos umas boas novidades da Greenlight para mostrar, como o interessante 2016 Fleetwood Bounder na escala 1:64, uma versão moderna do trailer que apareceu no seriado “Breaking Bad”, e que já foi produzido pela Greenlight recentemente. Eles mostraram também o Chevrolet Camaro e o Chevrolet Volt promocionais do time californiano de baseball Anaheim Angels, que provavelmente serão vendidos somente nas lojas oficiais do time.

O 2014 Ram 1500 na escala 1:64 é exclusivo para lojas de hobby, e o 2013 Jeep Wrangler Unlimited Moab Edition e o 2014 Jeep Wrangler Unlimited U.S. Army ambos na escala 1:43 aparecerão em breve nas lojas. Veja tudo o que já postamos sobre a Greenlight neste link.

10 comentários:

  1. Greenlight é maneiro, mas não é todas as lojas de brinquedo que vende. Eu tive que ir em outra cidade para comprar essas miniaturas, e isso em uma franquia de loja bem famosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Douglas que me corrija se eu estiver errado, mas creio que a grande maioria das grandes ou pequenas lojas de brinquedos compram Greenlight da California Toys, que atualmente não tem trazido novidades significativas para o Brasil.
      Nesse caso acho que a melhor alternativa seria comprar de pessoas que importam minis por conta própria, as vezes o valor sai um pouco mais caro do que tu pagaria, mas se tu quer muito certo modelo na coleção, talvez vale o investimento.

      Excluir
    2. É isso aí mesmo meu amigo, tem vezes que recorro a terceiros para comprar, é uma pena nem toda loja tem. E mesmo eu ter ido em uma outra cidade, achei praticamente um monte de Camaros da Greenlight, claro consegui comprar o que eu queria, mas por pouco não conseguia. Também é bom recorrer as lojas online, tem umas que não saem tão caras, o único problema é o frete, mas quem coleciona é isso aí mesmo, caçar e as vezes até comprar mais caro rsrs

      Excluir
  2. Bom Douglas..... percebi nos últimos dias/meses um aumento significativo de postagens relacionadas a Greenlight, se dá por falta de novidades na linha HW / Mattel ? Ou pode haver um interesse maior no mercado Brasileiro por parte da Greenlight??
    É sabido por muitos que as “novidades” HW não enchem mais os olhos dos colecionadores e estão – pelo que tenho visto - causando até um certo desinteresse pela marca, não seria hora da Greenlight – que eles nos ouçam – traçar um a estratégia agressiva de distribuição, trazendo mais quantidades e atendendo a diversas regiões do Brasil, com o aumento das quantidades os custos de importações seriam mais bem diluídos e poderiam até vender por preços mais justos.. mais baratos mesmos !!!
    Aí vão dizer, atender todo Brasil é impossível, mas as grandes lojas concentram o setor de compras em uma cidade e distribuem para toda sua rede.
    Greenligth é apenas uma opinião de um humilde colecionador que percebe que vocês têm um produto de qualidade que é desejado por nós, mas não é encontrado em várias regiões e cidades do Brasil.
    *OBS : O depoimento do nosso amigo BmotorWeb é mais uma prova.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo,

      Tem alguns motivos pra aumentar as postagens: primeiro que a Greenlight é boa de divulgar seus futuros projetos, e acaba gerando bastante notícias mesmo. Segundo que a Greenlight é hoje talvez a marca mais colecionada depois da dupla Hot Wheels/Matchbox. Terceiro, que seus produtos estão cada vez melhores.

      Quem importa e distribui Greenlight aqui é a California Toys. Eles fizeram grandes avanços com a marca no Brasil, inclusive criando uma embalagem especial pra nós e ajudando no projeto do Chevy Cruze, além de uma série especial feita somente para nós (California Collectibles).

      O problema é que nosso país ficou péssimo pra quem importa. Taxas em excesso, dólar nas alturas e burocracia (leia-se propina) pra liberar containers dos portos. Nesse momento existem toneladas de Greenlight, M2, Auto World esperando pra serem liberados na alfândega. Por outro lado, com essa crise, tem pouca gente podendo pagar quase 40 reais em uma miniatura por aqui... É triste, mas continuaremos mostrando os lançamentos dessa grande marca.

      Abraços,
      Douglas

      Excluir
    2. É bem como o Douglas disse... se Hot Wheels, que sempre teria o ângulo de "brinquedo" para se salvar numa crise, já não vende, imagine miniaturas desse nível. Os preços aqui em Porto Alegre já subiram, Greenlight a 50 e Auto World a 60 são a norma, e por conta disso o povo compra menos e os lojistas renovam menos. Reduzido o volume que chega no país, o preço sobe.

      Também vale lembrar, sobre a atividade da Greenlight, que eles passaram um bom tempo sem conseguir lançar novos modelos ou séries, e os lançamentos reciclados não eram tão frequentes. A marca engrenou o ritmo atual nos últimos dois anos só, e espero que continue assim. Podem ser caros, mas pela qualidade e experiência com o consumidor, a Greenlight vai continuar recebendo meu suado dinheirinho mais do que qualquer outra marca.

      Excluir
  3. Incriveis novidades como sempre, cada um melhor com o outro. Desta vez o destaque foi para o trailer, que ficou simplesmente fantastico. Se continuarem assim talvez logo terei um onibus fabricado pela GL que eu tanto quero na coleção.

    Seria legal se a GL olhasse mais para o colecionador brasileiro e fizesse algo para nos agradar. Acho que esse momento seria perfeito para pensar em um modelo de carro nacional para agradar aos fãs da marca, se até a Mattel anda fazendo isso...
    Independente do modelo do veículo, seria muito bem vindo na minha coleção.

    Sera que existe uma possibilidade de nos unirmos e criar uma especie de "petição" propondo isso a marca? Quem sabe se o T-Hunted fosse o principal meio deste nosso desejo, isso não fortaleceria mais ainda esta ideia? Levando em conta que este é o maior site sobre este hobby aqui no país.
    Peço ao Douglas que pense nesta possibilidade, seria legal se o Brasil tivesse um pouquinho mais de destaque dentro desta incrivel empresa que é a Greenlight.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kurt, desculpa responder só agora.

      A GL já fez coisas pensando no mercado brasileiro: o Cruze foi desenvolvido através da California Toys, e teve a série California Collectibles que tinha fuscas e kombis com decorações brasileiras. Tinha até um Fusca da polícia paulista na escala 1:18, lembra?

      O problema é que por mais que a gente faça uma petição, tem que existir condições pra que possam ser importados e vendidos aqui. Vamos imaginar que eles decidam produzir um VW Gol. Eles precisam da licença da VW, ter acesso aos projetos da marca e submeter os protótipos pra VW aprovar. O projeto e a produção do ferramental custarão por volta de uns 50 mil reais (por baixo), sem contar o custo da licença. Pra viabilizar a miniatura, eles terão que produzir milhares de unidades, e relançar o mesmo carro em várias séries e com várias decorações para pagar o investimento inicial e dar lucro.

      No nosso exemplo é um carro que interessaria quase que somente o mercado brasileiro. Mas como fazer ele vender bem, se o preço para nós ficasse em uns 40 ou 50 reais? Quantos comprariam? E qual é a garantia que a GL teria com um mercado tão maluco como o nosso, com altas de dólar, criação de novos impostos, propinas, roubos, etc?

      Minha opinião é que se o mercado não melhorar (e tudo indica que esse crise vai durar uns 3 anos pelo menos e vai piorar muito), a California Toys e a Mattel vão importar menos volume do que antes, ou até parar de importar.

      Sim, é bem grave...

      Excluir
    2. Não sabia desse esquema do Cruze e da Califórnia... o meu chegou hoje mesmo pelo correio e o modelo ficou muito bom, um dos mais interessantes da Motor World por ser uma escolha "atípica"

      Excluir
  4. Bah, tá ficando difícil acompanhar o ritmo da GL. Recém peguei os últimos Motor World que eles lançaram e ainda nem sei quando vou catar o GM Futurliner, e agora eles me saem com mais um trailer...

    ResponderExcluir