Coleciona

Destaques:

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

O fim da marca Hot Wheels Elite

Já era de se esperar uma notícia como essas. Com o término do acordo de licenciamento entre a Mattel e a Ferrari, quem mais perdeu foi a marca Hot Wheels Elite, especializada em réplicas de alta qualidade nas escalas 1:18, 1:43 e 1:50, e que tinha boa parte do seu catálogo composta por carros da marca italiana. 

Em 31 de dezembro de 2014 a Mattel ficou impossibilitada de produzir réplicas da Ferrari, e em 31 de dezembro de 2015 a Hot Wheels Elite deixará de existir. Não é coincidência. A marca foi bem afetada, e nem mesmo sua série dedicada a réplicas de carros de TV e cinema, e a futura (e cancelada) série com naves de Star Wars foram capazes de sustentar o futuro da marca.

O problema é que o investimento em cada novo molde é caríssimo, e a venda desse tipo de réplica não é garantida, já que não é todo mundo que tem dinheiro ou espaço em casa para colecionar estes belos carros. Os carros são muito bem feitos e tem detalhes incríveis, mas nem isso foi suficiente para fazer as vendas aumentarem nos últimos anos. Os planos da marca apresentados na feira de Nuremberg neste ano eram de encher os olhos, mas infelizmente nunca sairão do papel. Realmente uma pena.

Se você coleciona carros dessas escalas, ainda pode contar com marcas tradicionais como AutoArt, Maisto/Bburago, Jada Toys, GMP/Greenlight, etc. e ainda comprar os Elites encalhados em várias lojas por aí. Neste link você pode ver tudo o que mostramos sobre a marca Hot Wheels Elite.

O Aston Martin DB5 Goldfinger que você vê nas fotos abaixo talvez seja um dos últimos modelos a serem produzidos neste ano nas escalas 1:18 e 1:43:

12 comentários:

  1. Com o fim da licença, não vai mais ter Ferrari na escala padrão também ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai, porém a única fabricante será a burago, infelizmente.ja que a qualidade deles é muito inferior. Resta esperar a autoart conseguir está licença para ter modelos de qualidade

      Excluir
    2. Então sem chances de termos 458's ou mais Enzos e Scuderias nos próximos anos ?

      Excluir
  2. A coisa devia tá feia mesmo, até eu nem lembrava da existência dessa coleção até então '-'

    Apesar de que eram bons modelos, eu pessoalmente não acho que esse seja o tipo de coisa que a HW tenha que focar em fazer. Ela sempre teve destaque nas minis 1:64 e tem um estilo único. O problema é que as últimas coisas de bom que fizeram dessas minis na HW não chegou a todos os públicos, tanto por não venderem em vários mercados quanto por produzirem poucas. E o que ia pro resto do mundo era... Sendo bem direto... Horrível.

    Como eu já andei comentando antes, podiam até fazer mais coleções como a Speed Machines (2010-12), que foram meras minis 1:64 com rodas de plástico mesmo mas que valeram por muita coleção ao estilo "Greenlight".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, a Speed Machines com certeza foi uma das melhores séries !!

      Excluir
  3. Para mim não muda nada...e pelos preços...tbém...pouca gente comprava..e quem compra e tem "bala na agulha" vai continuar comprando nessa escala de outros fabricantes...

    ResponderExcluir
  4. É uma pena para alguns mais para mim tanto faz por que nunca comprei nenhum carro dessa série e nem iria comprar, só coleciono minis na escala 1:64 da HW por que as outras marcas não vendem por aqui e nenhuma loja as compra, então para mim não me afeta mais com certeza afeta a muita gente e é realmente uma pena isso, entretanto acho que essa perda da HW com a licença da Ferrari e que ela tem que se preocupar em não falir por que se faliu essa série por causa da licença imagina se outras séries não acabam pelo mesmo problema de falta de modelos que sempre eram usados da Ferrari na HW !

    ResponderExcluir
  5. Se continuar criando porcarias ou reprisando minis em outras cores, pode fechar a conta na escala 1:64 também.

    ResponderExcluir
  6. Imagino oque possa ter passado na cabeça dos acionistas da mattel sobre abrir mão da licença com a Ferrari. Agora, uma coisa já estamos vendo, as consequências de tal decisão... pelo jeito, isso é só o começo!

    ResponderExcluir
  7. No início a hw era para um público infantil e a machtbox para adultos,nuca se tinha novidades machtbox por isso cairão as vendas e não se importou mais macthbox,somente hw que caiu no gosto da galera adulta.O que será que vai acontecer se começar a encalhar esses lixos que estão produzindo na serie hw 1:64? Eles produzirão novas minis ou por não conseguirem vender o lixo as lojas deixem de comprar,e logo a MATTOU deixe de importar essa serie? Não sou pessimista mas tudo leva a crer que estamos no principio do fim desta serie,pelo menos no Brasil. Coleciono hw desde 2002 e nunca vi tanta falta de respeito com o consumidor,a 9,00 só pego se for super,que está SUPER DIFICIL,pois as caixas estão sempre violadas,e chegam assim nas lojas,é lamentável ,mas parece que é isso.Aos compulsivos fumantes de carrinhos se cuidem,em breve essa notícia será para todas as series hw no Brasil.

    ResponderExcluir
  8. sem dúvida uma pena... não tive a sorte de começar a colecionar as miniaturas da linha Elite, porque além de serem bem caras (o DeLorean do De Volta para o Futuro em 1/18 esta mais de R$ 1 mil no Brasil), não são muito fáceis de encontrar por ai... eles tinham uma linha realmente muito bem feita, com Batmóveis, o Herbie e agora até o Aston DB5... a ideia era ótima, e acredito que eles continuariam se não houvesse essa maldita crise mundial... uma pena...

    ResponderExcluir