Escala

Destaques:

domingo, 3 de setembro de 2017

As miniaturas e dioramas da TINY

Eu nunca ouvi falar da TINY, mas o nosso especialista em encontrar boas histórias descobriu esta excepcional marca e nos conta tudo sobre ela! Clique aqui e veja todas as postagens do Mauricio sobre a história do nosso hobby.

A TINY é uma empresa nova, baseada em Kowloon em Hong Kong pertencente ao grupo “Toyeast Limited” e iniciou produzindo miniaturas em escala: 1/18, 1/43 e 1/64. Tem algumas peças em 1/35.

A proposta da TINY é produzir miniaturas e cenários, como lojas, construções e bonecos típicos de Hong Kong como elas eram antes das grandes mudanças que a cidade vem sofrendo nos últimos anos e dessa forma preservar a memória da cidade de Hong Kong em suas miniaturas de todas as escalas.


Em 1998 a empresa iniciou como um “start-up” vendendo miniaturas de carros japoneses no eBay. Em 2002 começou com as vendas de miniaturas próprias, em seguida em 2007 já iniciou participando da Feira de Brinquedos de Nuremberg na Alemanha. Em 2013 foi a fundação real da empresa como ela é hoje. Em 2014 grandes contratos de licenciamento foram assinados com: Mercedes Benz, Hino, Honda e Isuzu.  

As miniaturas ditas escala 1:64, na verdade são de três polegadas. Os caminhões e ônibus estão em 1:76 aproximadamente e os veículos de passeio em 1:64 aproximados. As miniaturas vêm em caixa de papelão com nome, número e estampa da miniatura na caixa.


Por força de sua proposta de reproduzir a cidade de Hong Kong todas as miniaturas até agora lançadas são de modelos ligados a cidade de Hong Kong. Os carros de serviço, ônibus, taxis, “trolleys” e caminhões são cópias fiéis de modelos reais da cidade.

Os detalhes das miniaturas são impressionantes para uma escala pequena como três polegadas. Tanto em partes móveis, partes soltas e pintura e decalcagem.

O Caminhão Hino tem o baú de metal, apenas o topo do baú é de plástico. A plataforma basculante na traseira é de plástico.

Todas as miniaturas têm rodas de plástico reais com pneus de borracha.


Vejam o detalhe do táxi abaixo usado na ilha de Lantau, com a rampa basculante e as malas além de todos os detalhes de pintura.

As peças móveis como as escadas e os fixadores na carroceria da Toyota são de plástico e bem delicadas. Definitivamente não são miniaturas para crianças brincarem.

Apesar da Mercedes Benz Sprinter aparecer várias vezes o modelo sempre muda como essas vans de telecomunicações e da Polícia onde as portas laterais abrem e os adereços do teto e traseira mudam.

Além das diferenças citadas acima, as rodas traseiras são duplas na van da Polícia.

A proposta da TINY é para o mercado de colecionadores. Suas miniaturas são por demais detalhadas, frágeis e com o preço na faixa entre US$ 6,00 a US$9,00 pela miniatura básica de três polegadas, e não estão procurando o mercado infantil. Certamente, essa proposta de retratar somente Hong Kong pode afugentar alguns colecionadores, mas o nível de detalhes das miniaturas é excepcional. Para quem não se importar com o regionalismo excessivo da nova marca eu recomendo as miniaturas!

Agradecimento ao colecionador Paulo “Big Bond” Vieira pelas miniaturas TINY fotografadas nesse artigo.

Referências:


5 comentários:

  1. Excelentes miniaturas e dioramas. .Tão boas quanto da Tomica pelo visto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive com todas na mão e tenho várias Tomica Limited Vintage (TLV) e TLV Neo. A qualidade é a mesma. No entanto, pelo plantel da Tiny até agora ela seria mais complementar do que concorrentevda Tiny com a TLV/TLVN. A Tiny só tem carros de serviço até o momento e esses dificilmente saem na TLV/TLVN. O que posso dizer é que as miniaturas da Tiny são realmente muito boas!

      Excluir
  2. Que top!!!!
    Detalhes impressionante...
    Obrigado Maurício Nunes e ao Douglas por nós permitir conhecer um pouco mais destas miniaturas que dificilmente teremos acesso.

    ResponderExcluir
  3. As miniatuas já são detalhadas, perto de dioramas assim parecem até fotos de situações reais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...essa é a proposta deles... manter viva a Hong Kong mais antiga através dos dioramas!

      Excluir