UHW

Escala

Destaques:

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Entrevista: Brian-Anna


A internet tem um lugar de destaque como ferramenta facilitadora para colecionadores em todo o mundo. Através dela é possível se informar sobre novidades, marcar encontros, encontrar pessoas com os mesmos interesses e principalmente comprar miniaturas a que não se tem acesso localmente.


Existem várias lojas especializadas em miniaturas sediadas nos EUA, e muitas delas vendem pela internet. E isso nos interessa muito, por venderem ítens mais baratos do que no Brasil e por terem peças que não encontramos por aqui.


Com 16 anos de funcionamento, a loja virtual Brian-Anna é uma das mais bem organizadas, honestas e com a maior variedade de Hot Wheels que se tem disponível na internet. O site é seguro (com as melhores tecnologias de segurança), e em respeito aos colecionadores internacionais, o frete é calculado em cada compra, e não automaticamente, o que poderia causar um aumento desnecessário nos custos do comprador.


O T-Hunted foi atrás deste casal americano apaixonado por miniaturas, que também cultivam uma enorme coleção, afim de saber o que há por trás da loja. E o Brian nos atendeu muito bem, e aqui está sua entrevista.


Para conhecer a coleção deles, veja os vídeos abaixo:






Quando vocês começaram a colecionar miniaturas?

Acredito que foi em 1967, quando comecei com Matchbox, mas assim que os Hot Wheels apareceram foi amor a primeira vista. Eu tenho colecionado artigos automobilísticos desde a minha juventude, e eram posteres e outras coisas, como capacetes autografados. A Anna começou a colecionar Hot Wheels logo após nós termos nos casado… sim, eu sou um homem de sorte! A coleção dela de redlines é simplesmente incrível.



Quando vocês começaram com a loja?

A loja e o site começaram oficialmente em 1996, mas nós os inauguramos informalmente em 1994 pela simples razão de que eu fazia pedidos de edições limitadas de Hot Wheels a distribuidores, mas eles faziam um trabalho horrível de empacotar para enviar.



Por que você começou a colecionar?

Como um garoto de Michigan, isso era uma das coisas que você tinha que fazer. Assim como modelos de montar, que também era um outro hobby para mim. O caso de amor com o automobilismo faz parte da minha família. O meu pai pilotava carros de corrida por hobby quando eu era jovem. Ele corria em corridas de arrancada com um Mustang Fastback muitíssimo modificado, e também corria de Stock Car na pista da nossa cidade. Então entrar para o mundo dos carros aconteceu naturalmente.



A maioria dos itens na sua loja são da Hot Wheels. Você coleciona apenas Hot Wheels ou tem outras marcas também?

Pessoalmente eu compro qualquer carro que eu goste. Mas os Hot Wheels sempre foram os meus favoritos porque eles me trazem memórias da minha infância.



Por que tem tão poucos Matchbox na sua loja?

Nós temos hoje um bom inventário de Matchbox que está no estoque. Nós tentamos oferecer outras marcas de miniaturas, mas no final a gente sempre deixa eles esgotarem no estoque e voltamos a nos focar em Hot Wheels.



Qual é o tamanho da sua coleção hoje?

Hoje nós não temos um número exato de peças. Nós temos algumas coleções que ainda temos que catalogar, e ali tem ítens para a nossa coleção. A minha melhor estimativa nos coloca por volta de 50 mil peças (contando com todas as marcas).



Como vocês guardam a coleção? Eles estão na embalagem ou fora dela?

Nós atualmente preferimos carros fora da embalagem, mas se um carro tem uma embalagem exclusiva ou histórica, ele fica como está.



Quantos ítens vocês tem na loja?

Não chega a ser uma relação de 2 para 1 entre a nossa coleção e o inventário da loja, mas a loja mantém aproximadamente 70 mil peças de inventário. Novamente, este número é o total de todas as marcas de miniaturas, ambos soltos ou na embalagem. Aqui vai um segredo para quem nos lê: o nosso site tem apenas aproximadamente um quarto de todo o nosso inventário listado nele. Eu chamo isso de segurança profissional.



Qual é a história por trás da coleção do Mike Strauss?

A Anna e eu somos um dos primeiros distribuidores dos brinquedos da M&D do Mike, e somos os únicos que sobraram no negócio do grupo original. Então nós conhecemos o Mike por muitos anos e consideramos como amigos ele e sua esposa.



Como você conseguiu comprar esta grande coleção do Mike?

Não foi tão difícil. O Mike estava vendendo partes da sua coleção de Blackwall nos últimos anos. Ele sempre nos pedia para comprarmos a sua coleção toda vez que nos viamos em convenções ou quando nos falavamos por telefone. E então em uma das convenções eu disse a ele que eu iria olhar a coleção. Então eu voei até a California, passei 3 dias olhando seu depósito, sua casa e comprei a coleção. Aluguei um caminhão baú de 7 metros e meio, carreguei e dirigi de volta para o Texas com ele. Depois ouvimos de amigos em comum que o Mike estava feliz que tinhamos comprado a coleção porque ele sabia que ela estava indo para um bom lar.



Tem um monte de ótimos ítens na sua loja, como alguns redlines raros e alguns modelos exclusivos. Há um interesse maior nestes ítens hoje do que no passado?

Sempre foi assim, agora mais por culpa da internet e das vendas internacionais. Neste exato momento, qualquer colecionador do mundo pode ir em lojas locais e comprar as últimas novidades da Mattel, mas visitando a nossa loja e com apenas um clique do mouse você pode comprar itens com 10, 20, 30 e 40 anos de idade. E por causa deste clique do mouse nós ajudamos o colecionador a tornar única a sua coleção.


Eu sempre me baseei nos meus hábitos de colecionador, mas é a natureza das coleções: todo colecionador quer tornar sua coleção única. O nosso objetivo sempre foi oferecer itens difíceis de achar para colecionadores, e esse é o motivo pelo qual amamos vender Hot Wheels. Não há uma forma errada ou certa de colecioná-los. Fica tudo ao gosto de cada colecionador, em como ele ou ela querem que sua coleção seja. Oferecer ítens únicos ajuda o colecionador a fazer sua coleção a sua maneira.



Quais são os planos para o futuro?

Nós temos algumas poucas coleções para catalogar. E com os novos produtos chegando da Mattel, tudo isso vai nos manter ocupados por algum tempo. De novo, segurança profissional!



Ano passado muitos colecionadores americanos pararam de colecionar por causa da crise na economia e do desemprego. Foi um ano ruim para vocês?

No final de 2008 houve uma notável queda nas vendas nos EUA, mas 2009 foi um ano melhor de vendas para nós.



Vocês sentiram estes problemas com a economia?

Nós vemos mais estes problemas então tendemos a sentí-los mais. Nós somos abençoados por podermos estar neste negócio por tanto tempo. Essa longevidade vem do fato da Anna e eu estarmos enviando encomendas internacionais por mais de uma década, o que nos deu uma presença mundial. Então se a economia no Japão estava desacelerando, em outra parte do globo estava acelerando. Isso acontece em ciclos e isso nos proporciona um modelo positivo de negócio.



O Brasil tem um número crescente de colecionadores, e alguns deles tem coleções de até 20 mil ítens. Vocês tem muitos clientes brasileiros?

Sim, nós temos alguns clientes. Atualmente um dos nossos clientes, Emerson D. de Campinas tem nos dado um grande suporte ao ajudar colecionadores locais com o nosso site e nos ajudando com a tradução.



Você acha que os colecionadores brasileiros tem crescido em número como clientes na sua loja?

Definitivamente. O número continua a crescer, e isso é um resultado normal por estarmos sendo conhecidos no Brasil. Isso é como foi conosoco em outras partes do globo como na Europa e na Asia.



Já houve uma época melhor para se colecionar Hot Wheels no passado?

Bem, para ítens com significado histórico ou valor monetário, seria o final dos anos 60 e começo dos 70.



Você tem um modelo favorito ou uma série favorita?

Ah não! Não tenho! Você vai ser capaz de responder isso quando ver os vídeos da minha coleção!



Aparentemente 2010 vai ser um ótimo ano para todas as marcas de miniaturas. Você acha isso também?

Eu estou esperançoso e otimista pelo fato de que todos os fabricantes estão subindo um degrau em seus desenhos para que os colecionadores possam ter escolhas para fazer.



O que você tem achado sobre os novos modelos de Hot Wheels e as novas séries?

Os modelos da linha básica (mainline) estão muito legais. Há uma grande mudança nos estilos em relação aos anos anteriores. Nós gostamos muito das séries Delivery e Garage, os modelos são fantásticos, os adesivos e as marcas de performance associados a eles os tornam ítens muito colecionáveis a um preço justo.



Você tem algum conselho para quem está começando a sua coleção agora?

Comece devagar, faça perguntas, compre o que você gostar e faça a coleção com a sua cara. Pense também em uma forma de expor a sua coleção. Você não vai conseguir curtí-la enquanto ela ficar em uma caixa. Colecionadores do mundo todo tem o mesmo problema: como eu posso expor a minha coleção? A resposta é: exponha o que você puder e faça um rodízio dos modelos. Isso é como museus fazem, ou seja, não mostram tudo de uma vez. Dessa forma você vai gostando cada vez mais da sua coleção.



Você tem alguma dica para os clientes brasileiros que querem aproveitar o máximo da sua loja (como taxas, quantidades, taxas de envio, melhores dias para se comprar)?

Eu acho que a minha melhor dica é nos enviar um email se tiverem alguma dúvida. Nós usamos o Google Translate para vários emails. Todos nós sabemos que as taxas de importação para o Brasil são muito altas, então baseado em conversas com clientes, é melhor manter a compra em 30 ítens ou menos. Se os colecionadores tem algum pedido, nós sempre fazemos o nosso melhor para ajudá-los.


Douglas, obrigado pelo convite para participar desta entrevista. Nos informe quando será a próxima convenção no Brasil e nós tentaremos comparecer.


Brian & Anna

6 comentários:

  1. nooossa,vai toma no ...só carrinho fera!
    fiquei babando aki,e bem legal a entrevista
    parabéns!

    ResponderExcluir
  2. cara, os caminhões do sujeito são os melhores... sem noção a coleção...

    ResponderExcluir
  3. Douglas, parabéns pelo trabalho no blog e pela entrevista com o Brian. Já compro com ele há mais de dois anos e tudo o que você escreveu é verdade. Ele e a Anna são fantásticos, e a loja não se pode nem comentar, é incrível. Agradeço ao Brian por ter me mencionado na entrevista. Um abraço, Emerson.

    ResponderExcluir
  4. grande entrevista douglas, compro com o brian ja tem uns 3 anos...uma vez me espantei quando ele me respondeu em portugues e ele me explicou sobre o amigo dele que algumas vezes traduz algo pra ele hehehehe, enfim a loja é altamente recomendada e o estoque, preço e frete do cara sao dos melhores.

    abraço
    alucar

    ResponderExcluir
  5. Douglas parabéns pelo trabalho das entrevistas isso tem tido uma importância considerada pra os novos colecionadores, porem devemos ficar atentos pois o Brasileiro coleciona Hot Wheels e não minis na escala 1:64 e qdo ele da conta das preciosidades das demais marcas ai sai vendendo tudo que é main line que ele comprou, é incrivel como isso tem ocorrido com freguência um assunto e tanto pra vc abordar tenho algo assim na minha pagina pessoal do orkut veja lá:http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=12453447553867466097

    ResponderExcluir
  6. Parei quando vi no vídeo o carro do Mad Max.
    Motivo: INFARTO!

    ResponderExcluir