Coleciona

Destaques:

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Caixa dos filmes do Batman com miniaturas Hot Wheels

É indiscutível que os últimos 3 filmes do Batman dirigidos por Christopher Nolan são muitíssimo superiores aos que vieram antes. Até porque são muito mais fiéis aos clássicos quadrinhos que reinventaram o homem-morcego. E na opinião do T-Hunted, o "Cavaleiro das Trevas" pode ser considerado um dos melhores filmes da história do cinema.

No dia 24 de setembro uma caixa especial para fãs da trilogia será lançada nos EUA ao preço de $99,97 dólares, com 6 discos (em Blu-ray) recheados de extras, um livro, e mais 3 miniaturas da Hot Wheels: The Bat, Batpod e Tumbler, todos na escala 1:43.

Não se sabe ainda se a caixa será lançada no Brasil, e é muito provável que não seja. Mas se você é fã dos filmes do Batman, é bom ficar de olho neste lançamento.

Foto e fonte: Slashfilm.com.

10 comentários:

  1. Lembrando que a alma e essência cinematográfica do Cavaleiro das Trevas deve-se ao Batman de Tim Burton e Keaton. E estes por sinal , não tiveram inspiração anterior. Imagine o quão difícil foi em 1989 transpor este heroi e a psique de Bruce Wayne as telas? Fora que se fizer uma analise sobre o Batman Returns e Dark Knight Rises, o primeiro é superior em termos de um roteiro mais redondo. Mas voltando ao box, é realmente lindo e espero tê-lo o quanto antes! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tim Burton se inspirou nos filmes da série dos anos 60, e inclusive nos filmes existem várias referências dessa época. Certamente tem o seu mérito, mas essa última trilogia mostra um Batman mais obscuro, e expõe toda a sua loucura, muito próximo aos quadrinhos da Piada Mortal, Cavaleiro das Trevas e outros. O segundo filme da trilogia é perturbador... uma tese de mestrado de psicologia. Tanto que você sai do filme gostando mais do vilão do que do mocinho (como acontece com o Fantasma da Ópera, Guerra nas Estrelas e outros). A atuação do Heath Ledger (é assim que se escreve?) é fenomenal... Poucas vezes eu vi um trabalho tão perfeito como o dele... e superou em muito o Coringa do Jack Nicholson.

      Eu sou fã... e adoraria esse box!

      Excluir
    2. Dá pra perceber que você é fã, kkkkk

      Excluir
    3. Quem não é?! O Batman é, para mim, o maior herói mascarado, ao lado da Fantasma. E concordo com o Douglas. Esta nova trilogia está fantástica.

      Excluir
  2. Acho que já vi em pré-venda no MercadoLivre por R$1000,00...KKKKKKK

    ResponderExcluir
  3. O Batman de Joel Schumacher(não sei como se escreve) teve inspiração na série dos anos 60 e este derrapou feio como todos sabemos. Já o Batman de Tim Burton, de fato não teve onde se apoiar e seguiu um caminho diferente, este não veio dos quadrinhos mas deu origem a uma série de quadrinhos. Na época a própria DC Comics lançou uma série em quadrinhos chamada Legends of Dark Knight, que na verdade era uma continuidade daquilo que vimos no cinema e teve uma venda bem expressiva no início dos anos 90 e impulsionou novamente a fama do Homem-Morcego dai originando inclusive a famosa série animada que teve a voz de Mark Hamill(Guerra nas Estrelas) como Coringa. A série do Nolan é excelente, concordo, ao meu ver o Begins trás todo o DNA dos quadrinhos. Cavaleiro das Trevas é um mergulho na psique do Coringa, o qual de fato nos afeiçoamos, já o terceiro filme...esse derrapa em algumas questões como ele ter voltado tão rapidamente a Gotham(esta sitiada e vigiada 24h pelos bandidos) após a prisão e ainda ter seu equipamento de volta após descobrirem sua identidade; o real papel da mulher-gato que ao meu entender foi apenas para contrapor as duas decepções amorosas que ele teve ao longo da série, cito também a explosão em alto-mar, mesmo ele tendo saltado antes da nave e esta se guiado por controle remoto, ainda assim seria tragado pela onda subaquatica que essa explosão causaria e por fim morreria. Teve também a péssima interpretação de morte da Thalia, que simplesmente fecha os olhos repentinamente mostrando amadorismo.Nolan conduz bem os enquadramentos de camera nas cenas de perseguição, porem nas cenas de luta, ele coloca em angulos que fica dificil entender socos e chutes, deveria ter usado efeitos de luz ao fundo, como fez Tim Burton na cena de luta no alto da catedral no filme de 89 ou a luta na rua contra a gangue dos palhaços no filme de 92. Enfim são questões que como fãs, acabamos deixando passar, acho que o sucesso do segundo filme(alguns dizem que foi motivado pela morte do Ledger e outros pela atuação)assustou um pouco o Nolan e este acabou finalizando a série sob pressão e sem se atentar aos detalhes. Já a forma como foi introduzido o Robin, esta foi nota dez. Não teria forma melhor! Também sou fã! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente análise Eduardo! Obrigado por adicionar esse ponto de vista!

      Excluir
    2. Eu que agradeço o espaço cedido e aproveito pra elogiar a sua matéria sobre a relação Mattel e as mães. Muito esclarecedor! Adorei ler.

      Excluir
  4. Pena que as minis não seguem fielmente a escala entre elas... mas tá valendo. Tenho quase todos os HW do Batman 1:50 e são excelentes.

    ResponderExcluir