Coleciona

Destaques:

terça-feira, 2 de julho de 2013

Sabe de quem é a culpa na queda das vendas de Hot Wheels? Da mãe!

A Mattel vende 1 bilhão de dólares em sua divisão de carros de brinquedo (Hot Wheels, Matchbox e Tyco) por ano no mundo todo, e seu maior mercado consumidor é os Estados Unidos, seguido pelo Brasil, que já é o segundo maior mercado global da Mattel.

30% das vendas lá nos EUA são feitas para colecionadores, e 70% são feitas para pais e mães que compram os carrinhos para seus filhos (aqui no Brasil essa relação é de 20% e 80%). E está aí o grande problema: as mães são as maiores compradoras de brinquedos para os filhos, e elas estão comprando menos Hot Wheels e miniaturas em geral.

Em um recente estudo, a Mattel quis ouvir a opinião das mães sobre a compra de carrinhos para seus filhos, e descobriu que elas não entendem os motivos de se comprar miniaturas, já que preferem comprar bonecos de personagens e brinquedos com uma característica mais educativa (blocos de montar, jogos, etc). Elas não encontram sentido em dar carrinhos para seus filhos, já que eles vão bater uns contra os outros e estragá-los. Elas também não sabem brincar com carrinhos com os seus filhos.

Com isso, as vendas caíram 1% nos EUA no final do ano passado, e tem 3 anos que a divisão de brinquedos para meninos não cresce. As vendas aqui no Brasil, por outro lado tem crescido. E isso agora tende a mudar toda a estratégia de marketing da empresa, que passará a veicular anúncios de TV diferenciados para as mães, e criará cartazes diferentes no ponto de venda para auxiliá-las a entender mais esse brinquedo. O site da Hot Wheels também deve passar por mudanças para mostrar dicas de brincadeiras e interagir mais com as mães.

A própria tendência de dividir a linha básica em cinco categorias (Showroom, City, Stunt, Racing e Imagination) visa facilitar a vida das mães na escolha dos modelos. E a criação de miniaturas mais coloridas e mais "fantasiosas" são uma estratégia que sempre funcionou para chamar a atenção das crianças, e que deve continuar ainda por muitos anos, já que o principal mercado é o infantil. A eliminação de peças móveis e de peças pequenas na linha básica que podem comprometer a segurança das crianças, está acontecendo há alguns anos, e é uma tendência que inclusive visa a baratear os custos de produção.

E você? O que acha disso tudo?

Foto e fonte: BusinessWeek.

36 comentários:

  1. Gostaria de saber se alguma mãe compra carrinhos com rodas de borracha para seus moleques.
    Acredito que a proporção da pesquisa seja válida por unidade, mas se considerarmos o valor total em vendas (obtido pelo valor agregado de cada unidade adquirida por cada público) imagino que o peso dos colecionadores será sensivelmente maior que o mencionado.

    ResponderExcluir
  2. Ta aí uma boa chance da Mattel mudar seu publico alvo :x

    ResponderExcluir
  3. Independente de tudo isso, vou continuar comprando mainline Hot Wheels enquanto forem lançados modelos que me agradem, como em 2013, que estou comprando muito mais do que esperava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, 2012 foi um ano fraco em relação a 2013 q está com modelos Shows!!!

      Excluir
  4. Quanto à divisão das vendas, pelo meu tempo de gôndola diria que é uns 60/40 para os colecionadores, é muito mais marmanjo barbado que criança mexendo em HW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ish parceiro, pois só ai, hoje mesmo passei uns 30 minutos na loja e só levei 5 minis, no tempo que levei pra vasculhar todas as gôndolas, várias mães passaram por lá e o único velho que apareceu por lá procurava um batmóvel pro filho.

      Excluir
    2. FTrack, mexer é uma coisa, botar na cestinha e pagar no caixa é outra!!! Ir no BIG e ver vários marmanjos atrás apenas de superized (existe isso ainda no BIG?) uma navezinha e um Dodge dos Velozes é fácil, agora quem é que leva as outras 3000 miniaturas penduradas lá???

      Excluir
  5. É verdade, as mães não tão comprando mais não, fazem uns 18 anos que minha mãe não compra mais carrinho pra mim, mas já me acostumei com essa nova realidade...

    ResponderExcluir
  6. Acabaram de inventar a pólvora!!! :) Nada novo na notícia. Por isso existe a linha adulta/colecionável que, quem quer consegue, e a linha básica que todo mundo passa a vida reclamando!!!

    ResponderExcluir
  7. O que eu acho disso tudo? Que nenhum colecionador de verdade deveria comprar mainline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz 1 ano que não sei o que é isso mais!!!

      Excluir
    2. Por quê? Compro os só os mainlines que me agradam por R$ 6 e por isso fico 100% satisfeito com eles. Custo benefício MUITO melhor que as ditas "séries adultas" que não passam de mainlines com base de metal e pneu de borracha (coisas que até acho legal, mas sinceramente não faço questão) e custam 3 ou 4 vezes mais

      Excluir
    3. "...nenhum colecionador de verdade..." e tem manual agora para colecionar?

      Excluir
  8. Comecei a colecionar comprando para meu filho. Hoje ele só se interessa por vídeo game ou computador, mas continuo comprando, pra mim. Com isso passei a comprar outras marcas, primeiro porque muitos itens que me interessam da Hot Wheels nem sempre consigo encontrar, seja das séries mais caras, seja da própria mainline. E isso porque numa caixa de 72 carrinhos vem um colecionável e trocentos outros que enchem as gôndolas a espera das tais mães. Segundo alguns o melhor caminho é encontrar um fornecedor idôneo que importe as séries colecionáveis e assim deixar de ir as lojas procurar o que não existe, ou seja, isso nunca vai mudar, por que se não há procura, por quê investir?
    Acho que a pesquisa também deve achar que a faixa de idade de interesse das crianças por carrinhos é até 6 anos, cujas mães compram cinco ou dez carrinhos (por ano?), enquanto colecionadores compram muito mais que isso e em valores muito maiores nas séries colecionáveis. Já conversei com algumas dessas consumidoras que disseram que seus filhos tinham muitos carrinhos, uma delas me afirmou: meu filho deve ter uns cinquenta!
    Se a Mattel tivesse interesse nesses 20 ou 30% dos colecionadores o caminho seria melhorar o que existe. Então, cada vez mais está se abrindo a oportunidade para os concorrentes, que vem nesse mercado de 200 ou 300 milhões de dólares uma ótima oportunidade de se estabelecer. Um dia essas criancinhas irão se tornar colecionadores e migrarão para marcas mais comprometidas com qualidade e fieis aos seus consumidores.

    ResponderExcluir
  9. Na minha opinião, se cada um fizesse a sua parte, teriamos uma mudança neste cenario.
    Constantemente tenho ajudado e orientado mães e pais a escolher carrinhos nas gondolas, esplicando o porque disto e daquilo, sem medo de perder espaço ou raridades.
    O grande desafio é convenser os "colecionadores" egoistas a colaborar ser ter vantagem em tudo.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio, vc não pode dizer a uma mãe, avó, seja lá quem for que: uma ferrari, uma navezinha, ou qualquer outro carro legal "para você" será legal para uma criança de 5 anos. Agora, convencer um colecionador a não levar vantagem é mexer em vespeiro, ou vc é daqueles que vai pra rua acreditando que a corrupção no Brasil vai acabar??? Tem coisas que não mudam e pronto!!! O negócio é ser feliz do jeito que dá!!!

      Excluir
  10. Na minha opinião, se cada um fizesse a sua parte, teriamos uma mudança neste cenario.
    Constantemente tenho ajudado e orientado mães e pais a escolher carrinhos nas gondolas, esplicando o porque disto e daquilo, sem medo de perder espaço ou raridades.
    O grande desafio é convenser os "colecionadores" egoistas a colaborar ser ter vantagem em tudo.......

    ResponderExcluir
  11. se quiserem realmente conquistar as mães, é bom investir nas linhas mais divertidas, como comics, e por aí vai. eu nunca vi graça num hot wheels, até pq sou mãe de uma menina, mas aí um amigo meu q é colecionador me deu uma mini com estampa de vaca, a coisa mais lindinha! daquele dia prá cá, minha coleção aumentou muito, mas eu continuo gostando só desses bonitinhos, de personagens e tals, e realmente, não compro mais em lojas, pq nunca tem nada! compro muito mais pela internet. e depois de mim ainda vieram meu irmão e meu pai, q começaram a colecionar esse ano. Oi Mattel, pink hot wheels please??

    ResponderExcluir
  12. Essa pesquisa tem sentido. Nas minhas andanças de loja em loja sempre notei essas mães escolhendo, muitas vezes sem critério nenhum, carrinhos para os seus filhos e, acredite, até para elas. Essas mães são sim as maiores responsáveis pois aqui onde moro, uma cidade com menos de 500.000 habitantes e com apenas 5 lojas vendendo HW regularmente todas, digo, todas as gôndolas ficam praticamente vazias de 15 em 15 dias, e olhe que por aqui não tem tanto colecionador assim pois se consegue achar quase todos os modelos independente da loja, basta chegar o lote. Comprar um boneco ao invés de um carrinho pode até ser comum lá nos EUA, mas aqui no Brasil, até pelo valor, o que tenho percebido é o contrário, se vacilar nem achamos mais a mini.

    ResponderExcluir
  13. Foda é criança pegando miniatura colecionável e ferrando com elas sem saber o valor, por isso agradeço pelas crianças terem mal gosto, outro dia estava fuçando em uma gondola procurando minis bem feitas e com pinturas legais e de vez em nunca passava uma criança ou outra escolhendo umas minis zuadas bagarai, o legal é que os pais dessa molecada não se interessa nas séries especiais, assim é mais fácil achar minis colecionáveis como a série de música, Boulevard e por aí vai.

    ResponderExcluir
  14. Essa pesquisa esta correta,faço uma promoção na empresa que gerencio, onde o cliente juntando cupons troca por Hot Wheels, e percebo que as miniaturas imaginárias saem mais rápido,o objetivo dessa promoção alem de ter uma vantagem ao cliente, também divulga a um maior público os carrinhos e apesar de estar tendo um grande sucesso com a ideia, média de 4 unidades dia,infelizmente serei obrigado a parar, não se tratando de uma empresa revendedora de brinquedos os distribuidores da Mattel não tem interesse em atender, é uma dificuldade tremenda em conseguir lotes diferenciados, depois de mandarem 04 caixas do lote D, com muita dificuldade consegui os lotes F.G e H, para continuar a promoção eles querem mandar novamente os mesmos lotes.Acredito que a Mattel não saiba dessas estratégias de seus distribuidores.Lamentável.

    ResponderExcluir
  15. Eu e meus filhos, João Pedro - 3 anos, e Maria Carolina - 1 ano,
    temos 300 hotwheels, todo fora da embalagem, incluindo Máquina Mistério, EnterPrise e outros...
    Até hoje, estragamos UM.
    SIM, são seguros, evitando claro, os que tem peças móveis.
    Brincam de rampa, de organizar por cores, de colocar em caixas diferente...
    O Mais velho faz corridas, polícia e ladrão... imita cenas de desenhos.

    Isso gera SIM desenvolvimento, coordenação, etc etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hot Wheels é desenvolvido pra isso...

      Excluir
  16. what's this talk about blaming moms? it's your dad's fault! duh?! they should buy these cars for their kids. lol.

    ResponderExcluir
  17. Na febre dos tamagochis nos anos 90, eu enchi o saco pra minha mae me dar um e ela foi la e me deu um monte de carrinhos 1:64 desses chineses... foi assim que começou a minha coleção e paixão... ou seja, nem todas mães são como esta na reportagem...agradeço ela q sempre me deu muitos carrinhos...rsss

    ResponderExcluir
  18. A resposta para isso é mais simples do que se imagina.
    As mães, tem um senso prático inerente a todas as mulheres e, isso leva a uma conclusão: Para que gastar dinheiro com um carrinho que só muda a cor e são todos iguais? Essa é a resposta correta para o motivo das mães estarem comprando cada vez menos para seus filhos.
    Quanto aos colecionadores, ao menos os que se importam com detalhes, proporção de escala, fidelidade ao modelo original e etc, tem gostado muito mais do que a Greenlight oferece ao colecionador adulto do que a Mattel com seus main line com pneu de borracha e decalques de video games e desenhos animados vendidos a preços de miniaturas que realmente são voltadas ao colecionador adulto que justificam o preço cobrado, ao contrário das minis da Mattel.

    ResponderExcluir
  19. Eu gosto e coleciono HotWheels. É uma coleção barata, não ocupa espaço e, se você adequar os olhos ao que se paga (fala sério, R$ 5,99 é barato) são bem bonitas. Lembro quando minha finada mãe e finada madrinha compraram uma miniatura da Talbot (um Baghera)em meados dos anos 70 e me deram de Natal. Era muito caro e elas racharam a conta. Tenho até hoje, trinta e seis anos depois e perfeita. Outros tempos. E, neste caso, o preço valia. O que quero dizer com isto? Quer qualidade, paga o preço; quer diversão, tem HotWheels para isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duas coisas que precisam ser feitas, uma propaganda bem direcionado pra mães estimulando a compra e criação de novos colecionadores como eu, e a Matwl colocar mais supers para que colecionadores adultos possam encontrar seus carrilhos e não desanimar como vejo muitos que pararam com Hot wheels, prova disso e o numero de coleções sendo vendidas na internet...

      Excluir
    2. Duas coisas que precisam ser feitas, uma propaganda bem direcionado pra mães estimulando a compra e criação de novos colecionadores como eu, e a Matwl colocar mais supers para que colecionadores adultos possam encontrar seus carrilhos e não desanimar como vejo muitos que pararam com Hot wheels, prova disso e o numero de coleções sendo vendidas na internet...

      Excluir
    3. Duas coisas que precisam ser feitas, uma propaganda bem direcionado pra mães estimulando a compra e criação de novos colecionadores como eu, e a Matwl colocar mais supers para que colecionadores adultos possam encontrar seus carrilhos e não desanimar como vejo muitos que pararam com Hot wheels, prova disso e o numero de coleções sendo vendidas na internet...

      Excluir
  20. Questão de opção. Eles optaram pela criançada. Eu estou optando por outras marcas...

    ResponderExcluir
  21. 90% do brasil que compra hot wheels é colecionador porra,semaan brinquedos em sampa vende mais é pra colecionador em vários estados só tem colecionador de brinquedos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu vou explicar pq não vende muito,é o impostos como as vendas sempre s e mantiveram desde que era de 5 reais para 6,6 para 7, 7 para 8,e de 8 para 9,então não é criança pidona que consome pois se a coleção dela deve estar com pelo menos uns 30 e quebrados já adultos tem de 400 a 5000 miniaturas então como fica?

      Excluir
    2. já foi provado varias vezes que é o adulto o prevedor da coleção

      Excluir