Escala

Destaques:

domingo, 1 de julho de 2018

Lone Star

Mais uma marca de miniaturas pouquíssimo conhecida que o nosso amigo Mauricio Nunes desenterrou para nós! Clique aqui e veja todas as postagens do Mauricio sobre a história do nosso hobby.

Em 1939, em “Palmers Green” em Londres foi fundada a “Die Cast Machine Tools Ltd (DCMT)”, detentora da marca “Lone Star”. Essa empresa de brinquedos de metal fundidos, inicialmente estava muito ligada as armas de brinquedo, pela popularidade dos filmes de “cowboys”, mas em 1960 fundou sua divisão de miniaturas de veículos de metal (Lone Star) em “Hatfield, Hertfordshire”, norte de Londres.

Também fazia soldados de metal e índios, depois passaram a fazê-los em plástico, e produzia também trens em escala OOO e aviões em escala 1:250 

Dona de duas marcas de relativo sucesso nos anos 60 a “Impy” e a “Tuf-Tots”, a “Lone Star” vendia miniaturas em escalas aproximadas: 1:32, 1:43, 1:64 e 1:87 para rivalizar com suas competidoras locais: Matchbox, Corgi Toys e Dinky Toys. A série “Road-Masters” era de modelos maiores (1:50), rivais da Corgi Toys, Dinky Toys e Matchbox King Size, mas o mesmo nome também era usado nos modelos menores, o que é bastante confuso. 


Impy
A divisão “Impy” iniciou em 1966 e veio com uma proposta diferente. Seus modelos eram um pouco maiores que os de 3 polegadas (1:64 aproximado), em torno de 3,5 polegadas, mas em compensação a maior parte deles abriam todas as partes, ainda viravam as rodas dianteiras e tinham faróis de estrasse. O “Ford Taunus 12 M” abaixo tem o tamanho de 3,25 polegadas

Nas propagandas abaixo podemos ver todos os detalhes de alguns dos modelos “Impy” em propaganda típica da época.

Não só carros de passeio, mas máquinas pesadas também faziam parte do plantel “Impy”.

Como suas competidoras, a “Impy” também tinha outras peças para complementarem os carros e caminhões nas brincadeiras infantis. Postos de reabastecimento, garagens e elevadores de manutenção foram modelos feitos também pela “Matchbox”, entre outras e as similaridades não são coincidências, são concorrência pesada mesmo.



O “Rolls-Royce”, abaixo em suas versões com rodas regular e as com as rodas de baixa fricção (modelos branco e vinho) que foram introduzidas com o aparecimento dos “Sweet Sixteen” da “Hot Wheels”, os “Superfast” da “Matchbox”, os “Whizzwheels” da “Corgi Jr” e como tantos outros a “Impy” teve que correr atrás da concorrência e também lançou sua linha com rodas de baixa fricção (Flyers de 1969), pois como as concorrentes, também tinha pistas de corrida. 

A foto de frente mostra bem os faróis de estrasse e o capo duplo aberto. Tudo isso em um modelo com aproximadamente 8 cm de tamanho.

Os “Flyers” eram vendidos tanto em “blister” quanto em caixas.

Os modelos “Road-Master Flyers” continuavam apresentando quase todas as características dos antigos modelos “Impy Super Cars”. Apenas os faróis de estrasse e a parte da direção móvel (rodas dianteiras que viravam) foram suprimidos. A “Lone Star” foi das produtoras britânicas a que mais rápido se adaptou a nova realidade do mercado de modelos com rodas de baixa fricção, lançando toda a sua linha no início de 1969, enquanto a “Matchbox” somente lançou apenas 3 modelos “Superfast” no final daquele ano. Entretanto ao preço de 3 shillings e 6 pence (3s6d) comparados aos 2 shillings e 4 pence (2s4d) dos “Matchbox Superfast”, foi perdendo a vantagem inicial do tempo de lançamento da linha e essa vantagem foi rapidamente “comida” pelo preço superior. 

O Volvo 1800 S demonstra bem todas as características dos “Flyers”, onde na propaganda do modelo “Impy Super Cars” com rodas tradicionais são mostradas todas as características do modelo e em seguida o mesmo modelo já com as novas rodas “Flyers” com todas as partes móveis do modelo da versão anterior, a menos do jogo de direção das rodas dianteiras e dos faróis de estrasse.

Há muita confusão para o colecionador de miniaturas “LoneStar”, pois o nome “Impy” as vezes é usado nos modelos de 3,5 polegadas e as vezes não. Os  “Flyers” não levavam o nome “Impy” apesar de estarem na mesma escala e alguns modelos são chamados também de “Impy Road-Master” quando a designação “Road-Master” era para as miniaturas maiores em escala aproximada de 1:50, ou seja, a parte de nomenclatura das miniaturas da “Lone Star” é bastante confusa, pois o nome real desses modelos “Impy” era muito grande “Lone Star Roadmaster Impy Super Cars”. Por isso, se vê partes dos nomes nos modelos, causando a confusão. 

Os modelos “Impy” já tinham mais de três polegadas de tamanho quando os “Matchbox” eram ainda menores em 1966 no ano do lançamento dos “Impy” isso foi, de certa forma, uma antecipação ao que ocorreu no final dos anos 60 quando todos os “Matchbox”, cresceram para 3 polegadas. Entretanto, a estratégia de fazer os modelos com tantas partes móveis criaram dois grandes problemas para os modelos “Impy”: o custo e a precisão dos encaixes. Os “Impy”, à época, custavam 2 shillings e 11 pence (2s11d) enquanto os Matchbox custavam 2 shillings (2s0d). Com o advento dos modelos “Matchbox” mais crescidos em tamanho e pela pressão da concorrência a “Matchbox” começou a colocar partes móveis em seus modelos também, não tantas em um mesmo modelo como a “Impy”, mas seu preço permaneceu inalterado em 2s0d. A precisão dos encaixes era baixa nos modelos “Impy”, pois as ferramentas da época não conseguiam garantir uma maior precisão sem aumentar muito ainda mais os custos.


Em contrapartida as portas e capôs móveis dos modelos “Matchbox”, contavam com o “mestre” “Jack O’Dell” na Gerência Geral do negócio para garantir um encaixe mais perfeito que a concorrência nos modelos da “Matchbox”. Com isso a “Impy” foi perdendo mercado para sua principal concorrente.

De qualquer forma, esses modelos de escala aproximada de 3,5 polegadas, com rodas tradicionais ou de baixa fricção (Flyers), são hoje muito procurados e difíceis de serem encontrados, pois são únicos nas partes móveis. Somente muitos anos depois apareceram modelos perto desse tamanho com muitas partes móveis, como os M2. Mesmo assim os “Impy” ainda ganham, pois também abriam o capo e os M2 não abrem. Diferentemente dos “Matchbox”, “Corgi” e “Dinky”, que tiveram importação regular para o Brasil os “Lone Star” não as tiveram e poucos acabaram desse lado do equador.


Tuf-Tots
Os “Tuf Tots” eram, inicialmente, modelos de caminhões e máquinas de cerca de 2 polegadas, em escala bem pequena, 1:120. Nos veículos de passeio a escala era de 1:87, mantendo cerca de 2 polegadas de tamanho, mas sempre todos em metal e bem detalhados. 

Embora fossem bem menores que os modelos de 3 polegadas / 1:64, os “Tuf Tots” também tinham acessórios disponíveis para completar os cenários de brincadeira das crianças e podiam também ser vendidos em caixas estojos com um conjunto de modelos semelhantes.

Os preços desses pequenos modelos era de 1 shilling e 3 pence (1s3d), virtualmente a metade do preço dos maiores concorrentes, que embora maiores em tamanho, os “Matchbox”, foram o alvo da “Lone Star” no lançamento em 1969 dessa pequena, detalhada e simpática linha de modelos.

Em comum em todos eles o modelo básico do caminhão, um Ford Série N, esses foram modelos Ford reais produzidos de 1962 a 1969 de um caminhão médio ou pesado, motor diesel, começando em N500 e terminando em N1000. O modelo escolhido pela “Lone Star”, parece ser o Ford N950.

Pode ter sido uma opção mais barata, confeccionar um só molde para todos os caminhões ou mesmo um problema de licença, mas todos os modelos diferem apenas na carroceria.

Os “Tuf-Tots eram vendidos tanto em caixas como em “blisters”.

Mas nem só de Ford N950 viveram os “Tuf-Tots”. 

Em 1990 a “Microlink Industries Ltd”, usou dezoito antigos moldes da “Lone Star Tuf-Tots” para criar uma série denominada “Mokes Part 5”.

Na verdade, as quatro partes anteriores nunca existiram. Na base dos modelos o antigo nome “Tuf-Tots” foi  substituído pela nova marca “Mokes” mas mantiveram o “made in England” (feito na Inglaterra), quando na verdade os modelos foram refeitos no País de Gales. As carrocerias dos caminhões e capotas dos veículos passaram a ser de plástico e não mais de metal.

Os modelos eram todos coloridos com cores fortes e não normais para os modelos e tinham também as rodas coloridas, bem ao tipo dos modelos “My First Matchbox” da concorrência, só que mantendo o tamanho bem menor característico dos “Tuf-Tots” que deram origem aos “Mokes”.

De 1957 até 1979, porém de forma intermitente, a “Lone Star” produziu uma série em tamanho aproximado de 1:43 chamado de “Modern Army” (Exército Moderno). Essa série vinha em caixas de papelão com desenhos dos modelos e tinha soldados de metal que acompanhavam.

Essa série teve algumas variações durante a longa vida útil, mas essencialmente eram veículos militares e trailers com armas e equipamentos de guerra e essas armas e equipamentos eram encaixadas de modo que podiam ser trocadas entre si entre os veículos base. Uma mesma base comum, como o caminhão abaixo podia carregar vários implementos distintos.

Em 1986 a “Lone Star” aproveitou as armas e equipamentos dessa série militar e juntou a uma recém criada base futurística de seis rodas e chamou a série de “Space Commanders” ( Comandos Espaciais). Essa foi uma série pequena, constou de apenas quatro veículos diferentes, onde a variação foi sempre na arma ou equipamento colocado na traseira do veículo.

Talvez, já perto do seu fim, dois anos após o lançamento da série “Space Commanders”, essa talvez tenha tido pouca divulgação ou não agradou, pois é pouco conhecida e ficou nesse número de 4 modelos somente.

A partir de 1963, para compor com seus trens escala OOO a “Lone Star”, criou a série “Gulliver County”, algo como o “Condado de Gulliver” fazendo menção ao conto de “Jonathan Swift - As Viagens de Gulliver”. Essa série tinha veículos, figuras e casas em escala OOO.



Em 1983 o grupo alemão “Weco” dono da empresa de brinquedos “Wicke” comprou o nome “Lone Star” e a fábrica de brinquedos em “Hatfield” da DCMT. Outras fábricas foram vendidas para outros grupos, mas a de “Hatfield” ainda produziu brinquedos até 1988 quando a fábrica foi fechada e em seguida demolida.

NOTA: O antigo sistema monetário inglês era duodecimal: 1 libra = 20 shillings; 1 shilling = 12 pence (singular de ”pence” era “penny”); 2 shillings = 1 florin; 5 shillings = 1 coroa (crown); 1 guinéu (guinea) = 1 libra e 1 shilling; 1 “farthing” = 0,5 penny; 1 sovereign (soberano) = 1 libra. 

Referências:
https://en.wikipedia.org/wiki/Lone_Star_Toys
http://www.87thscale.info/lonestar_tuf-tots.htm
http://essexmodelsandminiatures.co.uk/blog/lonestar-tuf-tots/
http://www.brightontoymuseum.co.uk/index/File:Diesel_Locomotive_D5900,_boxed_(Lone_Star_TrebleOlectric_EL-61).jpg
https://www.ford-trucks.com/forums/269833-n-series.html
https://www.retonthenet.co.uk/vintage-die-cast-model-toy-car-lone-star-road-master-impy-super-cars-ford-taunus-12m-circa-1960s-nr-mint-no-box-2067-p.asp
http://garyscars.co.uk/
http://www.robertnewson.co.uk/articles/LoneStarImpy/index.html
https://www.hobbydb.com/catalog_items/gran-turismo-b47670f4-4812-4cce-a7e2-eada89491298
http://www.dfwbeckett.net/LSindex.html
https://www.hobbydb.com/catalog_item_types/model-trucks/keyword_type_search?keyword_query=Lone+Star
https://www.ebay.com/sch/LoneStar-Ford-Diecast-Cars-Trucks-Vans/180273/bn_5882014/i.html?_fsrp=1
https://hiveminer.com/Tags/diecast,lonestar
http://toysfromthepast.blogspot.com/2012/11/lone-star-tuf-tots.html
http://www.dfwbeckett.net/LSTTCat.html
http://www.brightontoymuseum.co.uk/index/Category:Lone_Star
http://www.diecastchile.cl/2013/06/publicidad-de-impy-lone-star.html
https://auction.catawiki.com/kavels/16778723-lone-star-mobile-fighting-unit-modern-army-series-schaal-approx-1-43-landrover-+-radar-lorry
https://www.the-saleroom.com/en-gb/auction-catalogues/astons-toy-auctions/catalogue-id-srast10020/lot-05a607bf-f26b-42e2-ab9a-a454012e7f6d
http://www.tennants.co.uk/Catalogue/Lots/163876.aspx
http://www.triangspacextoys.info/SpGAderv/OTHR/OTHR/LoneStar.html
http://essexmodelsandminiatures.co.uk/blog/lone-star-space-commanders/
http://essexmodelsandminiatures.co.uk/blog/lone-star-military-vehicles/
https://www.vectis.co.uk/lone-star-inch-modern-army-series-inch-comprising-model-no_680533
https://www.vectis.co.uk/lone-star-modern-army-series-staff-car_522205
http://www.dfwbeckett.net/LSGCpg1.html
http://www.dfwbeckett.net/LSGCBldgspg1.html
http://www.dfwbeckett.net/LSGCAdspg1.html




Nenhum comentário:

Postar um comentário