UHW

Escala

Destaques:

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Entrevista: Lufe



O Lufe ama Off-Road, Rally e miniaturas. Ele tem uma equipe de Rally e sua coleção tem este mesmo tema. É um desses colecionadores que tem o automobilismo no sangue e lama nas roupas.


Dá uma olhada em alguns dos títulos de sua equipe (Lufe e Flávia):


• Campeões da Copa Sudeste de Rally em 2007;

• Bicampeões do Raid da Meia-noite em 2006/2003;

• Tricampeões do Raid de Batom em 2009/2006/2005;

• Campeões do Raid de Inverno em 2007.


Quem quiser saber mais sobre ele e sua equipe, pode dar uma olhada em seu blog, que já tem 5 anos de vida.



Você é um amante de Off-Road e tem uma equipe de Rally. E ela tem um diferencial que é a preocupação com a ecologia. Explica um pouco como é isso pra gente. Como faz pra juntar um esporte poluente com ecologia?

Foi muito simples, assinamos um contrato com a Max Ambiental S.A., uma empresa especializada no desenvolvimento de políticas, programas e projetos sustentáveis de gestão de carbono voltados ao combate das causas do aquecimento global e das mudanças climáticas, que fez os cálculos da nossa quilometragem rodada anualmente pelo nosso carro e converteu em plantio de árvores em área de preservação permanente. Todo o projeto é auditado e documentado há 3 anos, o que nos tornou a primeira equipe de rally Carbono Neutro® do Brasil.



Junto com a sua paixão por Off-Road, você também coleciona minis neste tema. Como é a sua coleção?

Sim, são modelos Off-Road escala 1/64 divididos em carros de rally, jipes, pick-ups, veículos militares e utilitários 4x4.




Quando você começou a se apaixonar por Rally e por miniaturas? Tem algum carro de Rally que você gostaria de ter como miniatura?

Há 20 anos fiquei sócio do Jeep Clube do Brasil, depois disso meu carro passou a ser um Off-Road. Já tive diversos modelos, Jipe CJ-5, Engesa, Toyota, Land Rover, Suzuki, Cherokee, Camper e o Troller que me acompanha até hoje. Minha coleção começou em 2002 com um Land Rover Matchbox. Depois disso não parei mais. Se hoje eu pudesse escolher um para se transformar em escala 1/64, seria o Troller.



Você é mais um dos marmanjos que passou a infância brincando com carrinhos Matchbox. Você ainda é apaixonado por essa marca? Que marcas coleciona?

Com certeza, foram muitos Matchbox, marca que me deixa bastante satisfeito quanto aos detalhes e sua suspensão com molejo. Embora tenha uma predileção pela marca, coleciono também Hot Wheels, Johnny Lightning, Majorette, Tomica e outros, o que importa é ser Off-Road e bem detalhado.



Qual é o tamanho da sua coleção hoje? Você mantém as minis na embalagem ou fora?

Praticamente 600 minis. Nem ligo para embalagem, rasgo e coloco na vitrine para ficar admirando feliz por conseguir mais uma.



Aonde você deixa a sua coleção? Sua família te apoia neste hobby?

No meu escritório em casa. Minha esposa além de ser a navegadora da equipe nos rallies, também tem uma pequena coleção de kombis e fuscas, é bem divertido quando se junta tudo.



Como você tem visto esse nosso momento neste hobby? Como você avalia o trabalho da Mattel e das outras marcas no Brasil?

Só sinto falta da minha marca preferida, mas é um hobby que tem que ser bastante garimpado, isso dá muito trabalho e não custa barato. Quanto a história da Mattel e clubes muito focados em colecionismo, conheço pouco. Meu prazer é colecionar mesmo.



O Rally também teve um enorme crescimento no Brasil nos últimos anos. Como você avalia também este momento nesse seu outro hobby?

Comecei fazendo provas de Raid, eram percursos com mais obstáculos naturais e menos velocidade, adrenalina pura.


Hoje esse tipo de prova não tem mais, então partimos para provas de regularidade, o que também tem bons momentos de adrenalina e prazer.



Qual foi a prova mais legal que você já participou? É muito difícil e caro participar de provas de Rally?

Também não é uma brincadeira barata, mas devido aos patrocinadores que apóiam nossa atitude, fica um pouco mais viável. As provas noturnas são verdadeiras maratonas e gosto muito de desafios como esse, outra prova que vou lembrar com carinho é o Rally Rota Sul, foram 3 dias dividindo trlilhas apertadas com motos empinando do seu lado e muita poeira.



Você tem alguma dica para quem quer começar a participar de Rallies?

Não economize na hora da compra do seu 4x4, procure modelos mais modernos, com certeza a relação custo x benefício é melhor. O passo seguinte é um bom curso de pilotagem fora de estrada e nunca se aventurar sozinho.


Sentir seu veículo vencendo os obstáculos é uma experiência muito gratificante.


Outra dica para quem quer começar a fazer rally, é que organizo todos os anos o Raid Mirim, um evento igualzinho ao rally de verdade.


As crianças recebem briefing, passam pela vistoria, usam camisetas da prova, recebem planilha de percurso, zeram seus cronômetros e vão para a trilha puxando jipinhos de plástico com cordinha, no percurso tem trilhas, postos de controle e tudo mais.


Hoje a DASTRIBOS/PERIM Rally Team conta com apoio da Goodyear, Curtlo, Megawatt, Ramsey e Fabrico 4x4.


Grande abraço

Lufe


Um comentário: