Coleciona

Destaques:

domingo, 22 de maio de 2016

A série Super GT da Matchbox

Nos chamados “Anos Universais” (1982 até 1992), a Matchbox não mais pertencia a Lesney Products, que foi a falência em 11 de junho de 1982. Neste dia, R. D. Agutter and G.T.E. Ped, síndicos da massa falida reformaram e renomearam a companhia como “Matchbox Toys Ltd” e procuraram um comprador. Tanto a Fischer Price como a Mattel mostraram interesse, mas foi a “Universal Toys” do investidor David Yeh que a comprou em 24 de setembro de 1982. David Yeh já conhecia e tinha negócios com a Lesney, pois em 1980 ele tinha se aproximado de Leslie Smith (diretor e dono) e Jack O’Dell (diretor gerente) para que a Universal Toys produzisse as miniaturas Matchbox na Ásia (Macau), o que foi feito antes da falência da Lesney.

Nos “Anos Universais”, David Yeh, novo dono da “Matchbox Toys Ltd”, contava com muito do plantel de moldes e maquinário da antiga Lesney que não tinha sido vendido, como foi o caso dos moldes dos “Models of Yesteryear” que Jack O’Dell comprou junto com as máquinas e fundou sua própria companhia, a “Lledo” (que é O’Dell ao contrário). O’Dell continuou produzindo os antigos modelos da “Models of Yesteryear” com o nome de “Days Gone” pela Lledo e assim foi até que a Lledo foi vendida a Mettoy, dona da Corgi, que até hoje produz esses modelos. Mas David Yeh ainda tinha instalações no Reino Unido e com acesso aos moldes da década de 70 resolveu criar uma série de “combate” da Matchbox, para tentar fazer frente à enxurrada de miniaturas baratas de baixa qualidade que invadiam as lojas do Reino Unido e do mundo.

Rolls Royce Phanton II – May Cheong Group:

A série GT, inicialmente contaria com 40 modelos, mas depois acabou ficando somente com a metade, e todos os modelos não tem nome na base, apenas as letras BR, de “Budget Range” ou seja, custo baixo, seguido de um par de números.

Os modelos tiveram todas as suas partes móveis suprimidas, portas deixaram de abrir no GT BR 15/16 Monteverdi RALLYE ROYALE, por exemplo, o interior foi retirado e os vidros são pretos e opacos na maioria.

Porém, alguns poucos modelos foram montados com vidros brancos. Há registros apenas dos modelos: GT BR 01 / 02 ISO GRIFO; GT BR 03 / 04 GRUESOME TWOSOME; GT BR 05 / 06 Datsun GOLDEN/ 126 X e GT BR 15 / 16 Monteverdi RALLYE ROYALE.

As cores foram várias, mas sempre uma cor só por modelo utilizando-se sempre vários tipos de decalques coloridos, talvez para atrair a atenção da criançada.

O Gruesome Twosome já era um modelo criado pelos projetistas da Lesney e podemos notar que os dois motores foram retirados e as cavidades fechadas  com metal no SUPER GT BR 03/04.

A Siva S 160 Spyder foi um carro fora de série Inglês da década de 70 produzido pela “Siva Engineering”, e nesse caso foi suprimida a peça em plástico preto e trocada por enchimento do molde por metal contínuo.

Outro campeão de vendas da década de 70 foi escolhido para a série GT: o Ford Group 6 dirigido pelos lendários campeões Bruce MacLaren, Denny Hulme e Jochen Rindt entre outros nas corridas categoria motores até 3 litros.

O Lamborghini Marzal também teve seu molde aproveitado.

Entretanto, como o modelo original de 1970 utilizava rodas Superfast Transitional, após moldagem os modelos foram cortados para poderem utilizar as rodas Superfast da época.

Em alguns casos foram necessários algumas modificações para reforço estrutural como foi o caso do Porsche 910, onde as lanternas que transpassam a carroceria no modelo original, vindas da base de metal, para firmar as duas juntas foram aumentadas de diâmetro para que no SUPER GT, essas vindo de uma base de plástico não quebrassem por serem muito finas.

Outro modelo que precisou de reforço estrutural foi o GT BR 33 / 34 HI-TAILER onde o fechamento da parte traseira foi modificado.

A base de plástico preto foi ligada ao piloto e motor que no modelo original eram  3 peças separadas.
A lista abaixo contém o número do modelo, já que ele não possui nome na base e ao lado está o nome do modelo original, da década de 70, que deu origem ao modelo de baixo custo.

GT BR 01 / 02 ISO GRIFO 
GT BR 03 / 04 GRUESOME TWOSOME
GT BR 05 / 06 Datsun GOLDEN X/ 126 X
GT BR 07 / 08 Siva BLACK WIDOW/SPYDER
GT BR 09 / 10 LOTUS EUROPA
GT BR 11 / 12 SAAB SONETT III
GT BR 13 / 14 FLAMIN' MANTA
GT BR 15 / 16 Monteverdi RALLYE ROYALE
GT BR 17 / 18 FIRE CHIEF Car
GT BR 19 / 20 FORD (F3L) GROUP 6
GT BR 21 / 22 ALFA CARABO
GT BR 23 / 24 Ford Mustang VANTASTIC
GT BR 25 / 26 FORD ESCORT RS 2000
GT BR 27 / 28 LAMBORGHINI MARZAL
GT BR 29 / 30 Maserati SUN BURNER
GT BR 31 / 32 FANDANGO
GT BR 33 / 34 HI-TAILER
GT BR 35 / 36 PORSCHE 910
GT BR 37 / 38 Ford Capri MAXI TAXI
GT BR 39 / 40 DE TOMASO PANTERA

A série foi primeiro produzida em 1985, e seu último modelo foi em 1988, tendo sido sempre produzida na China e no Reino Unido, e ao mesmo tempo por razões de distribuição logística. 

Podemos dizer que esse foi o último suspiro das fábricas da Matchbox de miniaturas no Reino Unido. Após a produção da série Super GT, a Matchbox fechou sua produção no Reino Unido em definitivo e passou a produzir somente na Ásia.

Lesney’s Matchbox Toys – the Superfast Years, 1969 – 1982 – Charlie Mack – Schiffer Editions – revised 3rd edition – ISBN: 978-0-7643-3321-7
Lesney’s Matchbox Toys – the Universal Years, 1982 – 1992 – Charlie Mack – Schiffer Editions – revised 2nd  edition – ISBN: 0-7643-0771-1
The Big Book of Superfast Matchbox Toys 1969 -2004 – Volume 2 - Product Lines & Indexes – Charlie Mack –  Schiffer Editions – 1st edition – ISBN: 0-7643-2322-9

5 comentários:

  1. Belíssima matéria parabéns Douglas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, mas os louros ficam com o Mauricio!

      Excluir
    2. Derci, Douglas e outros...resolvi escrever sobre esse tema pois acredito que poucos conheçam a série e exatamente por que ela existiu.
      Abs
      MMN

      Excluir
  2. Elogio novamente essa matéria sobre a Matchbox. Nunca tinha ouvido tantos detalhes sobre a marca.
    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Bacana! Tive alguns destes. Lembro principalmente do Rolls Royce da primeiraa foto. O estepe gigante era de borracha, na época gostava dele por ser "detalhado", hehe. Mas infelizmente foram se desmantelando e joguei fora.

    ResponderExcluir