Coleciona

Destaques:

domingo, 8 de maio de 2016

MATCHBOX - Anos Regulares – 1947 a 1969

“Lesney Products” a companhia que “inventou” a marca MATCHBOX  foi fundada em 19 de junho de 1947 por dois amigos de escola que se reuniram, por acaso, em 1940, durante a 2ª Guerra Mundial, servindo na Marinha Real. Como já vimos em outras companhias de miniaturas (NOREV, LLedo, etc), parece que usar seus nomes ou parte deles nas companhias era a ideia corrente. Leslie Smith e Rodney Smith, embora possuíssem o mesmo sobrenome, não eram parentes. Após a Guerra,  definiram que queriam fazer algo juntos, mas como não sabiam ainda bem o “que”, a companhia fundada ficou com o vago nome de “Lesney Products”. Após algum tempo utilizando maquinário que sobrou do esforço de guerra e as expertises de Rodney Smith em contabilidade na “Diecast & Machinery Tools em Londres, e de John W. O’Dell (“Jack O’Dell), experiente técnico em metalurgia e injeção de metal na mesma empresa de Rodney que se juntou a empreitada dos “Smiths”,  tiveram relativo sucesso injetando peças de metal para terceiros. Mas a empresa ainda era pequena e os “Smiths” ainda dedicavam somente parte de seu tempo à Lesney, mantendo ainda vínculo com seus outros empregos. No Natal de 1948 a companhia estava com espaço nas linhas de produção e resolveram injetar pequenas lembrancinhas de Natal, que não foram bem recebidas pelos distribuidores de brinquedos da época, mas  as crianças adoraram.

Em 1952 a Lesney já supria regularmente na época de Natal seus pequenos brinquedos para a cadeia de lojas Woolworth’s. 


Mas foi realmente com a carruagem da coroação da rainha Elizabeth II em 1953 que as vendas subiram muito e a Lesney fez caixa para investir.

Em 1953 os “Smiths” e O’Dell reconheceram que havia espaço para eles no mercado, mas sua pequena empresa não tinha uma força de distribuição suficiente nem a capilaridade necessária para ter sucesso a longo prazo. Nesse ponto entra outra figura importante na história da Lesney. Moses Kohnstam era um distribuidor estabelecido de pequenos brinquedos que terceiros produziam para ele, e todos os seus brinquedos levavam a marca de sua empresa MOKO. Após algum tempo a Lesney Products ainda injetando vários brinquedos distintos, acabaram por se fixar em miniaturas de carros, caminhões, máquinas e outros meios de transporte. 

Em 1953 O'Dell já estava desenhando pequenas miniaturas que iriam acabar dando início às famosas séries 1-75 da Matchbox. Cada um dos produtos era embalado separadamente em uma caixa de papelão com desenho da miniatura e com o nome do distribuidor, MOKO, em todas as caixas.


Em 1953 a Lesney produziu três modelos distintos, distribuídos pela MOKO e o nome fantasia MATCHBOX foi registrado em 1953, pertencendo 50% a MOKO.

#1 - 1953 – Avelling Barford Road Roller, #2 – 1953 – Muir Hill Site Dumper, #3 – 1953 – Cement Mixer:

Ainda em 1953, Rodney Smith deixou a companhia e se mudou para a Austrália e a Lesney ficou nas mãos de Leslie Smith e Jack O’Dell.

Em 1955 já eram 18 modelos distintos e as rodas eram de metal e seus eixos tinham dois tipos de acabamento (ponta de eixo cabeça de alfinete/domo e ponta de eixo prensada):

Em 1958 apareceram as primeiras rodas de plástico pretas. Em 1964 o Maserati 4 CLT/1948 Racer, primeiro modelo com roda preta, foi relançado com uma nova roda de arame e um pneu de plástico.

Maserati 4 CLT/1948 Racer de 1958 e Maserati 4 CLT/1948 Racer de 1964

Em 1958 Leslie queria expandir vendas para Ásia, mas Richard Kohnstam, o sucessor de Moses, seu distribuidor exclusivo, não concordava e um ano depois a Lesney comprou a participação da MOKO na marca.

Em 1964 foi fundado a Lesney Products USA presidida por Fred Bonner, antigo distribuidor da Lesney nos EUA desde 1954. 

Em 1966 a Fábrica de Hackney, subúrbio de Londres, contava com mais de 1000 funcionários, produzindo mais de 50 milhões de miniaturas para vendas em todo o mundo.


Em 1969, a aparição dos “sweet-sixteen” da Mattel, miniaturas mais rápidas em pista de corrida, a Lesney foi obrigada a “correr” atrás da concorrência e teve que por fim as rodas regulares, substituindo-as pelas rodas Superfast. 

Chegou ao fim, assim, a história de sucesso das primeiras miniaturas de veículos vendidas e conhecidas mundialmente. Suas rodas de metal ou plástico nas cores prata e preto ficaram conhecidas em todo o mundo e até hoje os Matchbox “rodas regulares” (regular wheels) são muito procurados e valorizados.


Referências:

Lesney’s Matchbox Toys – Regular Wheels Years, 1947 – 1969 – Charlie Mack – Schiffer Editions – 2nd  edition – ISBN: 0-7643-1193-X

9 comentários:

  1. Simplesmente sensacional! Tenho algumas minis das antigas e essas não me desfaço mesmo!!!

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente sensacional! Tenho algumas minis das antigas e essas não me desfaço mesmo!!!

    ResponderExcluir
  3. Coleciono miniaturas de automóveis desde 2.005, mais tenho várias de minha infância pois esses carrinhos marcaram muito as pessoas de minha geração, sempre comparo que ganhar um carrinho de ferro, como nós chamavamos era como uma criança ganhar um iphone nos dias de hoje,acredito que por isso muitos dos meus carrinhos sobreviveram quase que perfeitos até os dias de hoje.E a Matchbox é a marca que melhor representa todo esse facínio pelas miniaturas em escala e espero que a marca sobreviva ainda por muitos e muitos anos.

    ResponderExcluir
  4. Muito bacana a matéria. Eu, quando criança, tive uma coleção de mais de 200 Matchbox, entre os anos 70/80 na minha infância, que meu pai trazia quando voltava de viagem do trabalho. Agora pergunta se tenho alguma dessas miniaturas?! Claro que não! Perdi, roubaram, caiu na mudança, etc. Agora ficaram só na lembrança. As vezes tenho vontade de caçar os modelos que tive na época mas dificuldades financeiras me param. Agora Hot Wheels para mim e meu filho.
    Mais matérias assim, Douglas. Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Excelente matéria, Douglas. Obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Sensacional a história da marca...incrivelmente a evolução desde então. Mas nostálgico como sou...os olhos brilham ao ver as minis dessa época!
    Belíssima matéria. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Meuuuu q bacana saber como uma grande marca como matchbox começou, eu tenho guardado meus carrinhos dessa marca da minha infância e não me desfaço nem a.pau, é uma pena q não é vendido mais no Brasil

    ResponderExcluir
  8. Fiz meu mestrado em cima dos Matchbox, um tema fascinante.

    ResponderExcluir