Coleciona

Destaques:

domingo, 29 de maio de 2016

Matchbox White Rose Collectibles

Temos mais uma história do nosso hobby contada pelo Mauricio Nunes! Perdeu alguma história? Clique aqui e veja todas as que já publicamos por aqui.

A White Rose Collectibles foi fundada em 1989 em York, PA, e se tornou importante para a Matchbox, pois chegou a produzir entre 20 a 25% dos modelos Matchbox até 1997 quando o contrato entre as duas empresas findou. A White Rose produzia primordialmente modelos NASCAR, “Convoy”, modelos relacionados a esportes em geral e modelos promocionais.

Quase todos os modelos foram tirados da série original 1-75, sempre com uma riqueza de detalhes e pintura superiores ao que esses modelos teriam em suas versões 1-75.

As miniaturas “Matchbox-WhiteRose”, geralmente vinham em “blister” ou caixa com janela transparente. Modelos licenciados das: Liga de Hóquei no Gelo Americano (NHL), NASCAR, “Convoy”, Liga Nacional de Futebol (NFL), Liga Nacional das Companhias de Televisão (NBA Entertainment), Liga de Basquete, Liga de Beisebol entre outras.

Algumas das miniaturas NASCAR são consideradas raras, pois suas tiragens foram pequenas. Seus preços hoje podem variar entre 200 e 500 dólares americanos, bem mais do que os 10 dólares que custaram nos seus lançamentos. Todas as séries White Rose foram vendidas bem mais caras que os modelos 1-75 originais. Isso devido a menor tiragem e maior nível de detalhes nas miniaturas que contribuíam para o custo unitário mais alto dos modelos White Rose.

Especificamente o Pontiac Grand Prix NASCAR, “French’s/Black Flag” #43, teve tiragem bem limitada e hoje alcança preço alto, quando encontrado. 

Pontiac Grand Prix – White Rose e Pontiac Grand Prix - Matchbox:

As fotos acima são reveladoras. Os modelos são exatamente os mesmos sem identificação que não fossem nas embalagens. Entender as coleções White Rose não é muito fácil, pois se tratam de modelos normais da linha 1-75, onde alguns, também, foram lançados nas linhas White Rose, como o mesmo Pontiac Grand Prix NASCAR, “Mello Yello” #42. 

Alguns modelos, embora Matchbox, são exclusivos das linhas White Rose, como a série Racing Super Stars – Truck Series.

Ao todo são cinco modelos Matchbox exclusivos White Rose na linha esportiva: Dirt Racer, Ford Flareside Pickup (com lona na caçamba), Chevrolet Monte Carlo Stock Car, Chevrolet Super Truck e Zamboni Ice Maker.

Na linha promocional temos três modelos exclusivos White Rose: Ford F-800 Delivery Van Type I, Ford F-800 Delivery Van Type II e Ford Super Truck.

Para entender melhor as séries White Rose é necessário utilizar alguma ajuda para encontrar um banco de dados confiável. A identificação da White Rose somente vinha nas embalagens e não nos modelos, o que torna até hoje difícil de se definir os modelos comuns a ambas as linhas, e de onde são. 

Em 1996, quase no final do contrato entre as duas empresas, a White Rose resolveu lançar uma linha de “Zambonis” da NHL (National Hockey League), Liga Nacional de Hoquéi (americana). Esses modelos de Zamboni eram em escala 1:50 e foram feitas uma para cada time da liga. 

Recentemente, em 2016, a Matchbox lançou uma Zamboni em escala 1:64. Esse é um modelo que não leva a riqueza de detalhes do modelo, em escala maior feito no passado, mas agrada pelo ineditismo do modelo.

Inicialmente as bases vinham com o nome Matchbox estampado, mas depois foi mudado para o nome White Rose. Apenas 1000 unidades foram feitas com o nome Matchbox e a maior parte encontra-se desaparecida. Certamente esses modelos com base Matchbox são muito valorizados.

As lojas em autódromos (NASCAR) e em estádios de esportes (hóquei no gelo, basquete, beisebol, etc.) eram os pontos principais de venda das miniaturas Matchbox-White Rose. Apenas algumas coleções específicas chegaram a lojas de brinquedo como a “FAO Schwarz” ou “Toys’R’Us”.

Hoje a White Rose pertence à “Fleer Collectibles” uma subsidiária da “Fleer Trading Cards” essa última uma tradicional fabricante de figurinhas de esportes nos EUA. A White Rose, assim como agora sua nova proprietária, sempre estiveram ligadas aos esportes, profissional ou universitário nos EUA e a Matchbox ao iniciar a produção de miniaturas de três polegadas de veículos de corrida da série “NASCAR Super Stars” utilizou a expertise da White Rose na produção e distribuição das miniaturas. 

O contrato com a White Rose foi de 1989 a1997, passando por três administrações distintas da Matchbox. Pela Matchbox International Ltd. da assinatura até 1992, Pela Matchbox Tyco Toys de 1993 a 1997 e depois pela Mattel, com a compra da Tyco pela Mattel em 1997, ano do término do contrato com a White Rose.

Referências:
Lesney’s Matchbox Toys – the Universal Years, 1982 – 1992 – Charlie Mack – Schiffer Editions – revised 2nd  edition – ISBN: 0-7643-0771-1
The Big Book of Superfast Matchbox Toys 1969 -2004 – Volume 2 - Product Lines & Indexes – Charlie Mack –  Schiffer Editions – 1st edition – ISBN: 0-7643-2322-9

8 comentários:

  1. Lendo essas matérias tenho vontade de correr atrás destas coleções. Mas aí lembro que estou desempregado e é difícil de encontrá-los, eu volto a realidade. Muito legal essas matérias. Espero ver muito mais.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma maravilhosa postagem, outra curiosidade que não conhecida na riquíssima história da Matchbox, parabéns mais uma vez ao Maurício Nunes e ao T-Hunted.

    Abração,

    ResponderExcluir
  3. Muito esclarecedor! Confesso que ja vi anúncios de peças que me interessam, porém pela ignorância do desconhecimento, tinha dúvidas sobre a qualidade das minis...não sabia da relação entre as marcas e pior ou melhor.....agora vi que tenho peças da marca e realmente , são perfeitas , porém agora entendo pque paguei caro nelas heheh. Muito boa a matéria!

    ResponderExcluir
  4. Muito esclarecedor! Confesso que ja vi anúncios de peças que me interessam, porém pela ignorância do desconhecimento, tinha dúvidas sobre a qualidade das minis...não sabia da relação entre as marcas e pior ou melhor.....agora vi que tenho peças da marca e realmente , são perfeitas , porém agora entendo pque paguei caro nelas heheh. Muito boa a matéria!

    ResponderExcluir
  5. Tenho notado um aumento de postagens referentes a Matchbox, seria um indício de retorno ao Brasil ? Diz aí Douglas...alguma bomba?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, infelizmente não... Essas matérias estão aqui porque são de interesse dos colecionadores mais tradicionais, e porque o Mauricio é um grande especialista no assunto.

      Seria ótimo se voltasse mesmo...

      Excluir
  6. Aliás... Parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  7. Cumprimento por mais essa matéria. O assunto Matchbox é sempre muito bemvindo.

    ResponderExcluir